Taxista tenta matar colega a tiros após discussão em ponto de táxi

O taxista José Corrêa de Morais, de 58 anos, foi ferido com pelo menos três tiros no final da tarde dessa sexta-feira, 13 de novembro, em Amambai.

A briga aconteceu no ponto de táxi nº 03, localizado na avenida Pedro Manvailer, em frente a lojas Veneza / Foto: Ilustrativa
A briga aconteceu no ponto de táxi nº 03, localizado na avenida Pedro Manvailer, em frente a lojas Veneza / Foto: Ilustrativa

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil local, “Zé Morais”, como é mais conhecido, foi atingido por três disparos, um na região do tórax, abaixo da axila, lado direito, um na perna direita e outro na perna esquerda.

José de Morais foi socorrido por populares em seu próprio táxi para uma unidade de saúde em Amambai, onde recebeu atendimento emergencial, posteriormente foi encaminhado para um hospital com maiores recursos médicos na cidade de Dourados.

Segundo o site A Gazetanews a Polícia Civil de Amambai que trabalha no caso informou na manhã desse sábado, (14), que as últimas informações indicavam que Morais não corria risco de morte.

Segundo a polícia, o autor dos disparos que atingiu Zé Morais foi Sidenei Peixoto de Lima, o “Side” de 70 anos, também taxista e lotado no mesmo ponto que a vítima trabalha, um ponto situado na Avenida Pedro Manvailler, em frente da Loja Veneza, no centro da cidade.

Segundo a polícia, a motivação real que levou Sidenei Peixoto a atirar no colega de trabalho será apurada quando a equipe de investigação começar a ouvir testemunhas e as partes envolvidas no caso, mas informações não oficiais indicam que Side e Zé Morais não se entendiam bem há certo tempo.

Segundo o comando da 3ª Companhia de Polícia Militar, com sede em Amambai, depois de fugir do local ao efetuar os disparos contra José Morais, o taxista Sidenei Peixoto teria informado por meio de seu advogado que se apresentará à polícia nos próximos dias.

Na Delegacia de Polícia Civil de Amambai o caso foi registrado como “homicídio simples na forma tentada”.

Comentários

comentários