Com cartório decorado no tema da Copa, tabelião dá palpites e fala sobre o georreferenciamento de propriedades rurais

Rádio Globo Campo Grande

Para determinadas ações imobiliárias em propriedades rurais é exigido o georreferenciamento, principalmente, para os casos de parcelamento, remembramento e transferências. O tabelião do 5º Cartório de Notas de Campo Grande, Elder Gomes Dutra explicou o procedimento e como não poderia ser diferente, deu seus pitacos sobre a Copa do Mundo.

No que diz respeito ao georreferenciamento, um novo decreto alterou alguns prazos e Dutra aconselhou os proprietários a procurarem sanar a situação o quanto antes, sem acreditar em nova prorrogação. Já sobre a Copa, o cartório está todo enfeitado e no dia dos jogos da Seleção, todo mundo veste a amarelinha!

Quer saber se precisa do georreferenciamento e como proceder? Ouça abaixo esse bate-papo no clima da Copa:

Comentários