Suspeito de matar empresário esteve na lanchonete da vítima antes do crime

Da Redação/JN

O Wellesom Sanches Fragoso, 21 anos, foi identificado como o principal suspeito de roubar um malote, atirar contra e matar na tarde desta quinta-feira (15), o comerciante Paulo César Buchanelli, 47 anos, de Sidrolândia, a 64 km de Campo Grande.

Autor flagrado em lanchonete da vítima por câmera de segurança. – Foto: Divulgação

Como o Página Brazil noticiou na tarde dessa quinta-feira, Buchanelli chegava à agência bancária localizada na Rua Rio Grande do Norte, por volta das 14h50, quando foi surpreendido pelos dois homens, que estavam em uma motocicleta vermelha. O comerciante não reagiu e entregou o malote com dinheiro que seria depositado no banco, mas mesmo assim foi baleado no tórax.

Buchanelli foi atingido com um tiro no peito e recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros, mas, não resistiu e morreu.

Policiais de Sidrolândia, com o apoio de homens da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos à Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras), fazem diligências para prender os autores do crime.

A investigação aponta que ele esteve no comércio da vítima, pouco antes da abordagem em frente a uma agência bancária, na região central da cidade. O valor contido no malote que eles levaram não foi divulgado.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos fugiram em uma moto vermelha, rumo a BR-060. O caso foi registrado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. A pena para este crime pode chegar a 20 anos de reclusão.

A polícia teve acesso a várias imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos da região e, por meio delas, conseguiu apontar Wellesom como principal suspeito. Em uma das gravações ele aparece na lanchonete da vítima. A hipótese é de que estivesse no local colhendo mais informações sobre a rotina de Paulo e o horário que ele saía para o banco.

Comentários

comentários