SUS vai oferecer novo medicamento contra hepatite C

Lúcio Borges

O Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira (16), que o sistema púbico deve oferecer novo medicamento contra hepatite C. A medida foi publicada hoje no Diário Oficial da União anunciando a incorporação do medicamento Sofosbuvir em associação ao Velpatasvir para o tratamento da hepatite Crônica no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). A Justiça Federal de Brasília decidiu no fim mês passado, anular decisão sobre patente do remédio para a doença, que seria exclusiva.

Contudo, a medida do Ministério não será para “amanhã”, pois tem o prazo máximo para se efetivar a oferta na rede pública em 180 dias / seis meses. O relatório de recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec) sobre o medicamento está disponível no site.

A Conitec informou, por meio de nota, que a associação entre o Sofosbuvir (400 mg) e o Velpatasvir (100 mg) será utilizada de acordo com o protocolo clínico para o tratamento da doença e apresenta uma posologia bastante favorável e cômoda ao paciente (um comprimido ao dia).

“Além disso, a medicação trata todos os genótipos do vírus da hepatite C e, dependendo da condição clínica dos pacientes, o tratamento pode durar 12 semanas com alta eficácia e segurança”, destacou a comissão.

A doença

Dados do Ministério da Saúde mostram que cerca de 80% das pessoas que contraem o vírus da hepatite C vão desenvolver a forma crônica da doença.

A infecção é, geralmente, acompanhada por sintomas inespecíficos – as primeiras manifestações clínicas características aparecem já nas fases mais adiantadas da doença.

Comentários