Surto de sarampo atinge 16 estados brasileiros

VEJA/JP

As crianças são as mais suscetíveis às complicações e óbitos por sarampo. A incidência de casos em menores de 1 ano é 9 vezes maior em relação à população em geral. (Foto: South_agency/Getty Images)

Novo boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 13, pelo Ministério da Saúde mostra que o surto de sarampo já atinge dezesseis estados brasileiros. Três novas unidades federativas apresentaram casos da doença desde a divulgação do boletim anterior. São eles: Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Nos últimos noventa dias foram confirmados 3.339 casos de sarampo. A maioria dos registros é de São Paulo, que concentra 97,5% dos casos, seguido pelo Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Maranhão, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Bahia e Sergipe.

O atual boletim aponta a notificação de 24.011 casos suspeitos, sendo que 17.713 (73,8%) estão em investigação e 2.957 (12,3%) foram descartados.

Não houve novos registros de óbitos, além dos quatro confirmados anteriormente. Três deles ocorreram em crianças menores de 1 ano de idade e houve um óbito em um indivíduo de 42 anos. Nenhuma das vítimas era vacinada contra a doença.

Campanha de vacinação 

As crianças são as mais suscetíveis às complicações e óbitos por sarampo. A incidência de casos em menores de 1 ano é nove vezes maior em relação à população em geral. A segunda faixa etária mais atingida é de 1 a 4 anos. O Ministério da Saúde realizará em 2019 a Campanha Nacional de Vacinação contra a o Sarampo para interromper a circulação do vírus no país.

No período de 7 a 25 de outubro, crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade devem ser vacinas. O dia D – dia de mobilização nacional – acontecerá em 19 de outubro. Já a segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, o foco é a população de 20 a 29 anos. O dia D ocorrerá em 30 de novembro.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui