Suposto “calote” após roubo de veículo resultou na morte de um dos assaltantes

Policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (Defurv), elucidaram e prenderam os envolvidos em um roubo de um VW/Voyage em março deste ano na Capital. O crime acabou resultando na morte de Wellington Oliveira Fonseca, 34 anos, conhecido como “Ligeirinho”.

De acordo com informações da delegada Gabriela Stainle, da Defurv, o roubo do veículo ocorreu na noite do dia 14 de março, na rua Da Rainha, no bairro Estrela do Sul. Na ocasião, Wellington, Alexandre de Oliveira Gimenes, 26 anos e um adolescente de 16 anos, roubaram o carro de um casal. “Após o crime, começamos as investigações e chegamos até Alexandre no dia 18 março. Ele foi preso em cumprimento de mandado de prisão do Acre por roubo. Já estávamos desconfiados que ele estaria envolvido no roubo do Voyage e ele acabou confessando”, explicou a delegada.

Laísa, Alexandre e o menor. Foto: Ivan Silva
Laísa, Alexandre e o menor. Foto: Ivan Silva

Um dia após a prisão de Alexandre, Wellington foi morto a facadas no Jardim das Cerejeiras. Laísa Daiana do Nascimento Silva, 25 anos, esposa de Alexandre, e o adolescente, são apontados como autores do crime. “Laísa ficou responsável de vender o carro para o receptador, Roverson Fernandes de Souza, 30 anos. Ela alega que o grupo levou um calote do comprador e isso causou uma desavença com Wellington, que começou a achar que estava sendo enganado porque eles não queriam dividir o dinheiro da venda do carro. Diante das ameaças, ela alegou que matou Wellington em legítima defesa”, explicou.

c24e21de-8ad1-4701-a9ba-425c34f8809b
Delegada explicou como os crimes aconteceram. Foto: Ivan Silva

Roverson foi preso no dia 20 de abril por receptação, mas pagou fiança e responderá pelo crime em liberdade. “Para a polícia ele afirmou que comprou o veículo por R$ 3 mil”, contou a delegada.

Laísa foi presa ontem (17) no bairro Estrela do Sul e o adolescente se apresentou na manhã desta quarta-feira (18) na Defurv. Ele foi ouvido e o caso será encaminhado à Delegacia Especializada no Atendimento à Infância e Juventude (Deaij).

Wellington possuía passagens pela polícia por tráfico de drogas, sequestro e cárcere privado. Alexandre já foi preso por tráfico de drogas e Roverson também por tráfico e furto de veículo.

O carro roubado pelo grupo foi recuperado e entregue às vítimas.

Comentários

comentários