Sport e Ponte Preta fazem jogo equilibrado e empatam no Recife

Diego Souza, pelos pernambucanos, e Borges, pelos paulistas, marcam e o placar termina em 1 a 1

O Sport voltou neste domingo a atuar na Ilha do Retiro após 45 dias. No entanto, deixou o gramado com o gosto amargo no retorno a sua casa. Com uma atuação irregular, os pernambucanos empataram em 1 a 1 com a Ponte Preta. Diego Souza abriu o placar logo no início do primeiro tempo. Borges deixou tudo igual na etapa final.

Sport e Ponte Preta empataram pela última rodada do turno do Brasileiro (Foto: Kennedy/Fotoarena/Lancepress!)
Sport e Ponte Preta empataram pela última rodada do turno do Brasileiro (Foto: Kennedy/Fotoarena/Lancepress!)

Com o resultado, os comandados de Eduardo Baptista chegaram aos 31 pontos e perderam a chance de ficarem mais próximos do G4. Já o time comandado por Doriva, que segue invicto após três jogos, chegou aos 26 pontos e segue no meio da tabela de classificação.
O JOGO

O Sport começou o duelo não dando espaços a Ponte Preta e aplicando uma blitz ofensiva. E a tática deu certo logo aos 9 minutos, quando a rápida troca de passes entre André e Diego Souza resultou no gol do camisa 87 rubro-negro.

A vantagem logo cedo deu uma maior tranquilidade ao Sport, que passou a administrar o duelo sem deixar de ter volume ofensivo. No entanto, Élber e Marlone, responsáveis pela penetração nas laterais, não estavam em tarde inspiradas. A Ponte Preta, por sua vez, demorou a se soltar no confronto. Teve uma boa chance com Bady, mas a rigor pouco perigo ofereceu nos primeiros 45 minutos.

Na volta do intervalo Eduardo Baptista e Doriva não realizaram mudanças. O confronto fica mais equilibrado, mas sem chances concretas de gol nos primeiros 15 minutos. Em desvantagem, a Macaca aumentou o apetite ofensivo e quase marcou com Borges e Bady, que perdeu chance inacreditável após boa jogada de Keno. O lance acordou o Sport. O problema é que André ficou com “ciúme” do adversário e também desperdiçou ótima chance.

Buscando um novo gás para definir o triunfo, Eduardo Baptista apostou em Hernane Brocador na vaga de André. Na prática, o duelo seguiu equilibrado com as duas equipes criando chances de gol. E a Ponte, que foi mais efetiva na etapa final, chegou ao empate com Borges, de cabeça, aproveitando o cruzamento na medida de Gilson.

No fim muita vontade das duas equipes em busca da vitória. Mas o empate seguiu até o apito final, para desgosto da torcida pernambucana, que vaiou o time. Na róxima rodada, a primeira do returno, o Sport visita o Figueirense no sábado. Já a Ponte Preta encara o Grêmio, em casa, no domingo.

FICHA TÉCNICA SPORT 1X1 PONTE PRETA

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data-hora: 16/8/2015 – 16h
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Auxiliares: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE)
Renda e público: Não divulgados
Gols: Diego Souza – 9’/1ºT (1-0) e Borges – 36’/2ºT (1-1)

SPORT: Danilo Fernandes, Ferrugem, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Diego Souza, Marlone (Neto Moura – 34’/2ºT) e Élber (Régis – 13’/2ºT); André (Hernane – 26’/2ºT) – Técnico: Eduardo Baptista.

PONTE PRETA: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Fernando Bob, Elton e Bady (Felipe – 28’/2ºT); Felipe Azevedo (Keno – 14’/2ºT), Borges e Cesinha (Leandrinho – 22’/2ºT) – Técnico: Doriva.

LANCEPRESS!

Comentários

comentários