Som da Concha: Luciana Fisher & Ana Paula Soares e Marcos Assunção Trio inspiram Noite dos Namorados

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Momento de romantismo, de ficar juntinho, de um programa especial. Com trilha sonora “prá lá” de aconchegante, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul celebra no Som da Concha deste domingo (12 de junho) o Dia dos Namorados com repertórios inspiradores de Luciana Fisher e Ana Paula Soares e do Marcos Assunção Trio. Com ou sem companhia romântica, os espetáculos são imperdíveis: revelam a arte de músicos excepcionais em apresentações únicas, que começam às 18 horas. A entrada, como sempre, é franca.

Com um show baseado no jazz norte-americano, a cantora Luciana Fisher e a pianista Ana Paula Soares apresentam uma homenagem: “Um Século Com Billie Holiday” se inspira nas canções daquela que se tornou a maior de todas as intérpretes do gênero.

Luciana Fisher - Acervo Pessoal

Luciana Fisher – Acervo Pessoal

Celebrado em 2015, o centenário de Billie Holiday é o ponto de partida, a inspiração das musicistas para um show intimista e cativante, que aliará o balanço e a suavidade tão presentes no jazz. A apresentação – com direito a acompanhamento de baixo, bateria e violão – também contará com releituras e clássicos da música internacional.

Ana Paula Soares / Acervo Pessoal

Ana Paula Soares / Acervo Pessoal

Marcos Assunção, Gabriel Basso e Marcus Loyola sobem logo em seguida ao palco do Som da Concha com o inspirado espetáculo “Instrumental sem Fronteiras”, que alia experiências musicais diversas que ultrapassam fronteiras: do jazz à guarânia, da polca ao erudito.

O espetáculo – que contará com a participação do músico Renan Nonato – contará com canções do novo trabalho do trio e o terceiro álbum de Assunção. Também estarão no repertório músicas apreciadas pelo público espanhol no Festival de Jazz em La Laguna, que ocorreu em Tenerife Norte, nas Ilhas Canárias, em maio de 2013. Uma apresentação marcante, já que pela primeira vez a viola caipira sul-mato-grossense foi ouvida em um festival de jazz na Europa ao lado de grandes nomes internacionais da música instrumental.

Marcos Assunção / Acervo Pessoal

Marcos Assunção / Acervo Pessoal

O espetáculo foi levado à Europa pelo Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural 2013, que contou com patrocínio da Fundação de Cultura e Ministério da Cultura. O músico sul-mato-grossense levou para o Velho Mundo a nossa sonoridade, dividindo o palco com o renomado instrumentista americano Gary Willis, dentre outros.

Além de concertista, Marcos Assunção é coordenador pedagógico e professor do projeto Camerata Violeira, que conta com investimento do FIC – Fundo de Investimentos Culturais. É diretor musical e arranjador da orquestra Camerata Violeira e do Festival Jazz e Viola de Campo Grande.

Som da Concha – O projeto da Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), realizado por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) acontece em domingos alternados, sempre às 18 horas, na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas, com transmissão ao vivo pela TVE/MS.

Além dos shows, o Som da Concha conta com a participação da Bocaiúva, uma feira de moda alternativa, hype ou artesanal, acessórios e design produzida pelo coletivo de marcas, criadores e produtores de Mato Grosso do Sul, que movimenta a economia criativa e impulsiona a moda e o design no Estado.

Comentários

comentários