Solurb consegue liberar R$ 4,1 milhões no TJ e encerra greve na coleta de lixo

A CG Solurb ingressou com uma cautelar no Tribunal de Justiça para liberar o valor bloqueado da prefeitura de Campo Grande, e conseguiu nesta noite (21)  liminar, autorizando a liberação de R$ 4,1 milhões, valor bloqueado nas últimas três semanas, que corresponde  a 20% dos repasses do FPM (Fundo de Participação dos Município)  que  Prefeitura de Campo Grande recebeu no período. A liminar foi concedida pelo desembargador Geraldo Almeida.

Coleta será retomada nesta noite Foto Paulo Francis
Coleta será retomada nesta noite Foto Paulo Francis

A ação começou a tramitar na terça-feira (20) em segunda instância. Na semana passada, a defesa da concessionária tentou resgatar mais de R$ 2 milhões, mas teve o pedido negado na segunda-feira (19). A Solurb ganhou no judiciário liminar que mandou bloquear R$ 19 milhões do governo municipal e agora vai conseguir acessar parte deste dinheiro.

Nesta noite a coleta abrangerá o centro da cidade e alguns bairros como Jardim dos Estados, São Francisco. Amanhã, o serviço será restabelecido na sua plenitude já que a empresa vai ter recursos para custear a logística do serviço.

Em nota, divulgou que retomará a coleta de lixo, mas ainda espera receber todo o dinheiro bloqueado pela Justiça, que seriam referentes às faturas de junho a setembro. O serviço está parcialmente paralisado desde o dia 15.

A CG Solurb reafirmou que passa por dificuldades financeiras para pagar a conta de energia elétrica, que foi cortada, e manter o fornecimento de outros insumos, como combustível dos caminhões. Essa crise atingiu a empresa há 60 dias, informou.

Nesta quinta-feira está programada para às 14 horas uma audiência de conciliação entre Solurb e Prefeitura intermediada pelo juiz Alexandre TsuioshiIto, da 4ª Vara da Fazenda Pública e de Registros Públicos.

 

Comentários

comentários