Soldados do Exército em MS são expulsos após ‘selfie porno’ que acabou na internet

Reprodução

Uma brincadeira sexual, de vias de fatos ou não, entre dois soldados do Exército em Mato Grosso do Sul, acabou pela expulsão dos dois, dos quadros da corporação. A dupla foi expulsa após realizar uma ‘selfie porno’ em serviço, que acabou sendo ainda exposta na internet. O caso foi descoberto em novembro de 2016 e segundo o CMO (Comando Militar do Oeste), os soldados sofreram processo investigatório interno, que acabou com sentença de exclusão das Forças Armadas.

A foto ao lado, é o pivô do ‘azar’ dos dois soldados, que fizeram a produção, onde aparece um seminu e outro sorrindo enquanto fazia a selfie, que vazou nas redes sociais nesta semana. É visível na foto, que um dos militares está de cueca e com um fuzil entre as nádegas. Não se sabe se a brincadeira ainda evoluiu para consumação de algum caso ou foi uma alusão a algo que ambos queriam demonstrar.

Eles, ou, quem publicou a imagem, ainda adicionaram uma legenda a foto, onde diziam que “Recruta é uma raça que tem que ser estudada”. Retiramos a legenda do foto que chegou a ser postada no Facebook, pois aparecia um endereço eletrônico.

A cidade de Mato Grosso do Sul onde ocorreu o episódio não foi divulgada pelo CMO, que expulsou os soldados, depois de um processo investigatório interno. A assessoria do CMO, confirmou o caso e ratificou que ocorreu em novembro de 2016. Após, em período não mencionado, os dois responderam ao processo disciplinar e foram expulsos da corporação.

Aplicação do Regimento

O CMO destaca que no Regulamento Disciplinar do Exército, no artigo 6º dos Princípios Gerais, consta o “pundonor militar” que trata da conduta, comportamento ético e decoro. “Pundonor militar: dever de o militar pautar a sua conduta como a de um profissional correto. Exige dele, em qualquer ocasião, alto padrão de comportamento ético que refletirá no seu desempenho perante a Instituição a que serve e no grau de respeito que lhe é devido”.

Comentários