Sobram vagas em escola de tempo integral em Dourados

Escola visitada por Rose Modesto foi construida ao lado de residencial de 800 apartamentos entregue no ano passado pelo governador Reinaldo Azambuja
Fotos: Edemir Rodrigues

Está sobrando vagas em Dourados na Escola Estadual Rita Angelina Barbosa Silveira, um dos 12 estabelecimentos onde o Governo o Estado implanta o ensino médio em tempo integral, a partir deste ano. Está sendo ofertado 350 vagas e a procura ainda é pequena.

“O ensino integral é uma novidade em Dourados e por se tratar de uma escola nova, num bairro novo, a procura não foi grande”, disse a secretária de estado de educação, Maria Cecília Amêndola da Mota. Ela disse que conta com a divulgação da imprensa.

Na manhã desta sexta-feira (20) ela esteve na escola com a governadora em exercício Rose Modesto, o secretário Marcelo Miglioli (Infraestrutura) e a prefeita de Dourados, Délia Razuk.

Eles percorreram as instalações da escola. “Esta unidade é o marco de uma nova educação, onde o foco é o aluno, o aprendizado multidisciplinar”, disse Maria Cecília

Parcerias

Ao citar que a Escola Rita Angelina Barbosa Silveira é a única das 12 integradas ao programa Escola de Autoria construída no governo de Reinaldo Azambuja, a governadora destacou as metas que a atual gestão vem cumprindo na área de educação, ampliando a rede física e qualificação e oferecendo o melhor salário do País aos professores. “O ensino em tempo integral vai reduzir a evasão e melhorar o rendimento do aluno na sala de aula”, completou.

Recepcionada pela prefeita Délia Razuk, secretários municipais e vereadores, Rose Modesto reafirmou compromissos já assumidos pelo governador Reinaldo Azambuja quanto aos investimentos em Dourados. Ao desejar uma profícua gestão a nova prefeitura, a governadora disse a Délia Rasuk que pode contar com a parceria do Governo do Estado em todas as demandas do município, onde hoje o Estado investe R$ 110 milhões em obras de infraestrutura e saneamento.

“Estamos juntos e vamos realizar grandes projetos para Dourados, onde a parceria é fundamental para superarmos a crise. O nosso governo é municipalista e o governador Reinaldo Azambuja tem uma grande gratidão e carinho com esta região”, pontuou.

Diferencial

A visita técnica à escola, que fica situada na populosa região do bairro Vila Roma, também foi uma estratégia da secretaria estadual de Educação (SED) para mobilizar a comunidade no entorno para conhecer a estrutura do estabelecimento e promover a pré-matrícula dos alunos, cujo processo será reaberto na segunda-feira, 23. A escola tem 14 salas de aulas e vai abrigar 350 alunos, os quais permanecerão em aula por cerca de 9 horas diárias participando de múltiplas atividades.

“Estamos conhecendo a estrutura de uma escola que fará o diferencial da educação em nosso Estado”, enfatizou a secretaria estadual de Educação, Maria Cecília da Mota, ao falar da proposta do ensino médio em período integral, que terá uma metodologia e um sistema pedagógico focados no protagonismo juvenil. “A grade curricular inclui o acompanhando do aluno, que terá seu próprio tutor, e a integração da família com a escola”, explicou.

As escolas de ensino integral funcionarão em Campo Grande (oito), Dourados, Corumbá, Maracaju e Naviraí. A SED disponibilizou 4.447 vagas para jovens de, preferencialmente, 15 a 17 anos de idade. A escola de Dourados começou a ser construída em 2014 e deverá ser inaugurada antes do início do ano letivo, em fevereiro. Cerca de 35 profissionais em educação estarão trabalhando nesta nova unidade.

Comentários