Sobra do duodécimo será usado para pagamento de salário dos servidores

O prefeito Alcides Bernal (PP) reuniu-se na tarde desta segunda-feira (4), no gabinete da prefeitura, com o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, João Rocha (PSDB), para formalizar a devolução do montante duodécimo que é repassado a Câmara, no valor de pouco mais de R$ 10,2 milhões. A cerimônia também contou com a presença dos vereadores Ayrton Araújo (PT), Betinho (PRB) e dos secretários municipais Paulo Pedra (Segov) e Disney de Souza (Seplanfic).

Repasse aconteceu sem cerimônia no gabinete do prefeito Foto Paulo Francis
Repasse aconteceu sem cerimônia no gabinete do prefeito Foto Paulo Francis

Segundo o presidente João Rocha, a economia do valor acima indicado se deu devido à economia dos vereadores da Capital durante todo o ano de 2015, ressaltando que a economia representa valor de quase dois meses de recursos da Câmara. Por ano a Prefeitura envia aos vereadores R$ 64,4 milhões para contenção de gastos.

“De acordo com seu entendimento, o prefeito irá estabelecer as prioridades e necessidades da nossa cidade para que a população possa receber em forma de beneficio essa economia que a Câmara de Vereadores fez durante todo o ano. Tivemos economia em praticamente todos os setores para que nós pudéssemos todos juntos chegar ao final do ano com economia, e essa economia ser devolvida ao Executivo Municipal”, explica.

Alcides Bernal destacou que do valor recebido, R$ milhões são relativos a impostos que estavam retidos e os outros pouco mais de R$ 6 milhões são do duodécimo, sendo sua totalidade depositada no tesouro municipal.

“Esse montante será destinado a custear tanto o pagamento de fornecedores, quanto ao pagamento da folha salarial. É um recurso que embora seja grande, é pequeno para fazer frente a todas as dividas que Campo Grande tem”, alega o Prefeito.

Bernal também anunciou que em relação ao 13º salário dos servidores municipais, ao contrario do que havia sido divulgado antes, o pagamento nesse mês de Janeiro não será mais feito em quatro parcelas, mas sim em apenas duas. A primeira parcela estará disponível na conta dos servidores municipais na sexta-feira (8), já a segunda está prevista para o dia 15.

Paulo Francis

Comentários

comentários