Smartphone Huawei volta ao Brasil e mira em mercado premium

Em estratégia agressiva, fabricante chinesa oferece desconto de R$ 2 mil para usuário que levar celular usado de concorrente

Os celulares da Huawei voltam às lojas do país nesta sexta-feira (17). A série P30 veio ao mercado brasileiro para brigar com aparelhos top de linha, como o iPhone X ou o Galaxy S10.

Huawei P30, com câmera da Leica: celulares da gigante chinesa voltam ao Brasil
Foto: Eduardo Moura / Equipe portal

Mundialmente, a Huawei já é a segunda maior fabricante de celulares. Segundo relatório do IDC (International Data Corporation), a fabricante chinesa passou na frente da Apple no primeiro trimestre de 2019. Em primeiro lugar, permanece isolada a Samsung.

A empresa está no Brasil desde 1998, atuando na área de infraestrutura de telecomunicações. A Huawei já esteve anteriormente presente no mercado de celulares, mas descontinuou as operações brasileiras em 2013. Em 2019, a empresa volta com um novo foco de mercado, o setor premium, acima de US$ 600 (cerca de R$ 2.400).

A mudança de estratégia tem a ver com a consolidação da marca, que até pouco tempo atrás, não era tão conhecida como atualmente. “Em 2013, os nossos produtos do setor premium não haviam se consolidado no mercado global”, diz José Nascimento, diretor de vendas da Huawei no Brasil.

No Brasil, a gigante chinesa chega com o pé na porta. Em estratégia agressiva, no dia do lançamento (17), o cliente poderá levar um celular usado para ter o preço abatido na compra do Huawei P30 Pro e, adicionalmente, poderá ganhar um desconto de R$ 2 mil. O P30 Pro custará a partir de R$ 5.499.

O destaque desse modelo é a câmera, que tem lente da alemã Leica. Com ajuda de inteligência artificial, os retratos tirados com o smartphone são melhoradas, numa espécie de Photoshop instantâneo e automático e ganham efeitos como o “bokeh”, que é um desfoque de lente causado pela profundidade de campo. No modo “Pro”, o usuário pode controlar características típicas de uma câmera tradicional, como ISO (sensibilidade do “filme”à luz) e o tempo de exposição.

A câmera do P30 Pro tem um bocado de penduricalhos tecnológicos, como a função subaquática ou a opção “Lentes AR” (realidade aumentada), que reproduz movimentos o rosto do usuário em animações de animaizinhos. O modo retrato traz a curiosa opção “nível de beleza”, na qual se pode suavizar a pele e afinar o rosto. A câmera frontal, por sua vez, não traz grandes novidades.

A série P30 traz também a versão Lite, que sai a partir de R$ 2.500 e não é passível de receber o desconto de R$ 2.000.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui