Sindicalista é preso em operação da PF contra pornografia infantil

Um sindicalista foi preso em flagrante nesta quarta-feira (30) por armazenar conteúdo de pornografia infantil no computador que usava no trabalho. A prisão foi durante a operação da Polícia Federal (PF) contra tráfego de arquivos e pornografia infantil na internet.

Material pornográfico foi achado em computador de presidente de sindicato. Operação cumpriu 12 mandados de busca nesta quarta-feira
Material pornográfico foi achado em computador de presidente de sindicato Operação cumpriu 12 mandados de busca nesta quarta-feira

Os 12 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em sete casas, três empresas provedoras de internet e um sindicato, onde o homem era presidente. Segundo funcionários, o computador era de uso exclusivo dele.

As informações da operação foram repassadas pela PF durante coletiva de imprensa no fim da manhã. Segundo a PF, um dos mandados de busca foi cumprido em Bonito, há duas semanas, e os demais nesta manhã na capital sul-mato-grossense.

Conforme o delegado que comanda a investigação, Marcelo Alexandrino de Oliveira, a empresa localizou IP’s – número que computador recebe quando se conecta à internet -, de computadores que faziam armazenamento ou compartilhamento dos conteúdos de pornografia infantil e repassou para a Polícia Federal brasileira.

Comentários

comentários