Simulador de direção volta a ser obrigatório para tirar CNH

O simulador de direção voltou a ser obrigatório para os candidatos que forem tirar carteira de habilitação em todo o país.

21simula

Nova resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada nesta segunda-feira (20), determina que os futuros motoristas terão que fazer no mínimo cinco horas de aulas práticas nos aparelhos.

A regra também vale para quem deseja mudar de categoria, mas inicialmente será obrigatório apenas as simulações de carros de passeio (categoria B).

Numa segunda etapa, será exigido o uso do simulador para quem dirigir veículos comerciais, caminhão, ônibus e motos.

Segundo o Ministério das Cidades, que controla o Contran, “o pedido da volta da obrigatoriedade partiu dos Detrans de todo o país”.

O órgão não esclareceu a data específica da obrigatoriedade. A resolução diz que ela passa a vigorar nesta segunda.

Após diversos adiamentos, os simuladores chegaram a ser obrigatórios no início do ano passado. Após reclamação das autoescolas o Contran voltou atrás e tornou o uso facultativo a cada Estado.

Atualmente, segundo o ministério, apenas quatro Estados (Rio Grande do Sul, Acre, Paraíba e Alagoas) exigem os simuladores de forma obrigatória.

Segundo o diretor do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e presidente do Contran, Alberto Angerami, a maior preocupação é com a segurança no trânsito.

“Já tivemos bons resultados nos Estados que aplicaram a medida, principalmente no Rio Grande do Sul, onde foi registrada redução do número de acidentes após a obrigatoriedade do simulador”, afirmou.

Folha.com

Comentários

comentários