Sexta-feira 13 é marcada por tragédias no Estado

Da Redação/JN

Ela é cheia de superstições e marcada pelas programações de terror nos canais de TV, mas na vida real, a primeira sexta-feira (13) do ano foi marcada principalmente por tragédias de trânsito na região. A data registrou mortes em diversos pontos do Estado e deixou famílias marcadas pela dor da perda.

A primeira notícia foi a morte do sargento Ronaldo Orquiola de Souza, de 47 anos, após acidente na rodovia MS-395, entre Brasilândia e Bataguassu, durante perseguição a narcotraficantes. Fato aconteceu por volta das 4h50.

Em torno de 9h, mais uma tragédia. O trabalhador Emanoel Augusto Carvalho da Mata, 24, morreu após capotar a carreta que conduzia sobre a ponte do rio São Domingos, na MS-157, estrada que liga Itaporã a Maracaju.

Neste caso, por pouco o reitor da UEMS Fábio Edir e o motorista da Luiz Ramão de Oliveira não acabaram entre as vítimas graves. O carro em que eles estavam acabou colidindo contra as ferragens da carreta tombada.

Mais tarde, por volta das 16h, o douradense Emerson Lemes dos Reis, 32, morador no Jardim Márcia morreu após internação de cinco dias no Hospital da Vida. Ele sofreu um acidente no domingo (8) na Rua Toshinobu Katayama, onde seguia em uma motocicleta e acabou colidindo em um poste de energia.

André Salim Jacob

Ainda na tarde de ontem (13), o turista André Salim Jacob, de 36 anos, morreu após ser levado por correnteza no Rio Formoso. Ele, que já havia feito vários mergulhos na região, teria saído para registrar fotos subaquáticas. Durante a atração, André foi levado pela força da água e resgatado alguns metros da onde teria pulado já sem vida.

E para encerrar o dia, por volta das 23h40, dois homens identificados como André Cacholari, 34, e Valnei José da Silva, 47, morreram após colisão na região do Izidro Pedroso em Dourados. Eles seguiam em motocicletas, quando ao tentar ultrapassar um veículo na Rua Alberto Leopoldo de La Cruz, Valnei bateu de frente com André. Os dois morreram na hora.

Comentários

comentários