Setor esportivo e seus eixos são destaques da 1ª Conferência Municipal sediado hoje na Capital

Nádia Nicolau

Nesta sexta-feira (22), acontece a 1ª Conferência Municipal de Esporte e Lazer que vai discutir ações do setor para os próximos anos. O local que sedia o evento é a Câmara Municipal de Campo Grande, e é promovido pelo Conselho Municipal de Esporte e Lazer da capital.

Rodrigo Terra durante entrevista ao Tribuna Livre, da Capital FM, com Carmen Cestari e Marcos Faria. Foto: Nádia Nicolau.

Conforme o diretor-presidente da Fundação Municipal de Esportes, Rodrigo Terra, “esse é um momento importante”, já que é a primeira vez que Campo Grande é palco disso tipo de acontecimento que coloca o esporte no centro das atenções e das discussões.

Os temas são os mais variados: infraestrutura, formação esportiva e política de financiamento, e contará com a presença de palestrantes regionais e nacionais. Uma personalidade é bastante aguardada, o secretário Nacional de Alto Rendimento, Emanuel Rego. Ele vai do tema “As Políticas Públicas de Esporte e Lazer nos municípios: formação e excelência esportiva”.

Essa iniciativa, nas palavras de Terra, “faz parte de uma política de Estado, e não de governo. Tudo o que é construído coletivamente é pra melhor. É preciso um olhar focado e carinho do poder público”, defendeu.

Ao todo, a Conferência Municipal discutirá 10 eixos: Formação esportiva, Esporte para toda a vida; Excelência esportiva; Eventos esportivos; Formação profissional; Produção do conhecimento; Governança e promoção do controle social, Infraestrutura esportiva e Financiamento. As proposições que resultarem das discussões serão a base do Plano Municipal de Políticas Públicas para o setor, válido para os próximos oito anos.

Posse na Academia Brasileira de Educação Física – Simultaneamente à Conferência, o gestor da Fundação de Esportes será empossado como novo membro da Academia Brasileira de Educação Física, concedida ao professor-doutor Rodrigo Terra. Com 35 cadeiras, ele será o primeiro de Mato Grosso do Sul a ocupar a cadeira de número 11.

CLIQUE AQUI para acessar a entrevista completa.

Comentários