Sete pessoas presas por terem envolvimento direto na morte de “Boliviano”

Na manhã de ontem (23), os investigadores da delegacia do Setor de Investigações Gerais (SIG) de Três Lagoas cumpriram seis mandados de prisão contra maiores de idade e um mandado de busca de apreensão contra um menor. As prisões ocorreram em três blocos do Condomínio Novo Oeste.

 Foto TL Noticias
Foto TL Noticias

O maior número de presos foram encontrados nos blocos denominados como “Pardal e Ema”. Entre os presos, está um cadeirante e segundo as investigações, ele teria usado um apartamento para que o Valdeir Ferreira Viega de 23 anos, conhecido como “Boliviano” fosse espancado antes de ser levado para às margens do Rio Paraná onde seria morto a facadas.

Sabe-se também que a mulher de um dos presos teria pintado as unhas da vítima, como forma de penalizá-lo dos crimes que estaria praticando contra as crianças do residencial, que supostamente foram abusadas.

Com as prisões destes envolvidos, a Polícia Civil considera o caso esclarecido.

Foto TL Notícias
Foto TL Notícias

O crime de homicídio que chocou a cidade de Três Lagoas ocorreu no último dia 02 de Abril deste ano e vitimou Valdeir, morto com várias facadas no pescoço.

Com Informações TLNotícias

Comentários

comentários