Servidores da Segurança Pública poderão ser prioridade nas campanhas de vacinação

O deputado estadual Evander Vendramini (PP) apresentou na sessão ordinária desta terça-feira (1º) projeto de lei que dispõe sobre a inclusão dos militares e demais servidores da Segurança Pública nas campanhas de vacinação, como grupo de risco ou prioritário, no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

“Esses profissionais são rotineiramente submetidos a situações onde têm que lidar em meio a aglomerações, muitos são obrigados a adentrar aos hospitais para manter a ordem e a segurança da população, ficando expostos a inúmeras doenças. Levando em conta a periculosidade e especificidade do trabalho, toda a proteção é necessária. Portanto, nosso objetivo primordial é proteger e valorizar esses servidores, para que possam desempenhar suas funções sem temor de se contaminarem durante o exercício da profissão”, destacou o parlamentar.

O Brasil possui o maior programa público de imunização do mundo, segundo informações do Ministério da Saúde. A rede pública de saúde oferta todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Ao todo são 27 vacinas como parte do esquema de cobertura prevista no Calendário Nacional de Vacinação.

*Com informações Agência ALEMS

Comentários