Servidores da Capital desligam computadores por medo de ataque hacker

Da Redação/JP

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), orientou que servidores desligassem suas máquinas na tarde desta sexta-feira (19). A medida foi adotada por precaução, para evitar danos provocados pelo vírus “malware ransomware wannacry”.

O diretor da Agetec, Paulo Fernando Cardoso, explica que na semana passada um ataque mundial, com vírus de proporção nunca antes visto, derrubou empresas do mundo inteiro, atacando principalmente máquinas que têm Windows. Na ocasião, a Microsoft lançou uma licença pedindo para que todos os usuários atualizassem o Windows. Hoje, uma nova variação do vírus foi lançada e a Microsoft ainda estuda uma nova vacina.

Por precaução, a Agetec recomendou o desligamento das máquinas. “Nossos servidores já foram atualizados. Porém, como medida de precaução, optamos por desligar alguns servidores e já colocamos equipes de infraestrutura e segurança para fazer uma varredura e aguardar que nova vacina seja lançada. É importante ressaltar que os dados da prefeitura não foram afetados, mas continuaremos em alerta e monitorando o que está acontecendo”, explicou Paulo Fernando Cardoso.

A Agetec triplicou o número de plantonistas no fim de semana para evitar prejuízo no atendimento em geral.

Comentários