Serviço de banda larga cresce 11% e atinge 421,9 mil domicílios em MS

Da Redação

O serviço de banda larga fixa apresentou um crescimento de 11,76% no período de dois anos e atingiu em setembro 421.978 domicílios de Mato Grosso do Sul. De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), neste período houve acréscimo de 44.412 assinaturas do serviço no Estado.

Foto ilustrativa.

Na comparação com 9º mês do ano passado, são 1.100 novos contratos ativos, que representam 0,26%. Em relação a agosto de 2019, o aumento é de 1,02%, com 4.281 novos clientes.

Segundo a Anatel, as PPPs (Prestadoras de Pequeno Porte) apresentaram crescimento de 2,44 milhões (+34,59%) de domicílios atendidos. Estas empresas totalizaram 9,49 milhões de assinantes (29,04% do total) em setembro de 2019.

Assim foram as principais responsáveis pelo crescimento do serviço de banda larga fixa no país, que alcançou 32,68 milhões de domicílios, aumento de 1,77 milhão (+5,74%). Entre agosto e setembro de 2019, as PPPs alcançaram mais 295,45 mil clientes (+3,21%) e o serviço de banda larga fixa cresceu 174,85 mil (+0,54%).

Entre as prestadoras classificadas pela Anatel como detentoras de Poder de Mercado Significativo (PMS), a Claro e a TIM registraram crescimento nos últimos 12 meses na banda larga fixa, mais 264,68 mil domicílios (+2,85%) e mais 88,59 mil (+19,02%) respectivamente.

Entre agosto e setembro de 2019, a TIM teve acréscimo de 7,59 mil domicílios a sua base (+1,39%) e a Claro manteve-se praticamente estável com mais 0,3 mil domicílios.

Comentários