Serena Williams alega ser alvo de discriminação, após novo exame antidoping

A tenista Serena Williams passou por exame antidoping surpresa nesta terça-feira (24). A jogadora ficou descontente e não se conteve, aproveitou a oportunidade para criticar pelas redes sociais a Agência Americana Antidoping (Usada). A razão é o número excessivo de exames que foi submetida em comparação com outros jogadores da modalidade.

“E é aquela hora do dia que eu sou “aleatoriamente” testada no antidoping e eles só testam a Serena. De todas as jogadoras, já foi provado que sou a mais testada. Discriminação? Eu acho que sim. Pelo menos eu vou manter o esporte limpo. Mas estou preparada para o que quer que seja para ter o esporte limpo”, disse Williams.

Em levantamento realizado pelo site Deadspin, a norte-americana foi a tenista que mais passou pelo exame, cinco vezes. Venus Williams realizou dois testes, enquanto que Sloane Stephens, Madison Keys e Coco Vandeweghe fizeram em apenas uma ocasião.

Depois do vice-campeonato em Wimbledon, Serena se prepara para a WTA Premier de Montréal, a partir do dia 3 de agosto. Atualmente, ocupa a 27ª colocação do ranking.

@serenawilliams

…and it’s that time of the day to get “randomly” drug tested and only test Serena. Out of all the players it’s been proven I’m the one getting tested the most. Discrimination? I think so. At least I’ll be keeping the sport clean

Comentários