‘Sequestrador’ ganha fama nacional e assina com Universal Music

O cantor sertanejo Rodrigo Marim, mais conhecido como o ‘Sequestrador’, esteve no estúdio do Página Brazil para falar um pouco sobre a sua carreira, e a nova música de trabalho.

Rodrigo Marim, o 'sequestrador'(Foto: Paulo Francis)
Rodrigo Marim, o ‘sequestrador'(Foto: Paulo Francis)

Rodrigo que é natural da cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo, conta que começou a cantar com 11 anos de idade, quando ganhou um violão dos pais de presente no Natal, e a partir daí tocava em todos os churrascos de família.

Na sequencia, ainda quando estava no 3° ano do colegial montou uma dupla com um colega, tocaram algum tempo mas não deu certo e a dupla foi desfeita. ” Depois resolvi tentar carreira solo, comecei no restaurante da minha tia, as coisas foram crescendo contratei um sanfoneiro, depois um violeiro, e fui tocando nos bares da região”, conta o cantor.

Porém em novembro do ano passado, ocorreu um boato através de uma foto que Rodrigo postou na internet, apontando que ele era sequestrador. “E ai, de lá pra cá eu abracei mesmo a causa e me tornei o sequestrador de corações.Fizemos a música “O sequestrador” e graças a Deus levou o nome Rodrigo Marim para todo o Brasil. Estamos fazendo shows para todo o lado e em breve em Campo Grande”, afirma.

No mês passado o sertanejo assinou um contrato com a gravadora Universal Music, onde está previsto novos projetos, e inclusive o lançamento de três músicas até o fim do ano. Já em março de 2016 o lançamento do disco completo, e segundo Rodrigo, se tudo der certo o possível lançamento de um DVD completo. “Estou muito feliz e só tenho agradecer a Deus por isso tudo que tem acontecido comigo. Gostaria de convidar as pessoas para conhecerem o meu trabalho através do nosso site e das redes sociais, muito obrigado”, finaliza.

Para quem conhecer um pouco mais sobre o trabalho do cantor sertanejo basta acessar o site www.rodrigomarim.com.br, no instagran @rodrigomarim, ou no facebook.com/cantorrodrigomarim.

Paulo Francis

Comentários

comentários