Sem Ceni, Pato e Fabuloso, São Paulo economizará R$ 20 milhões em 2016

Rogério Ceni, Alexandre Pato e Luis Fabiano: três dos principais jogadores do São Paulo não farão parte da equipe em 2016.

Rogério Ceni, Alexandre Pato e Luis Fabiano não vestirão a camisa do São Paulo no próximo ano Foto: Montagem Globoesporte.com
Rogério Ceni, Alexandre Pato e Luis Fabiano não vestirão a camisa do São Paulo no próximo ano Foto: Montagem Globoesporte.com

O primeiro irá se aposentar, o segundo terá seu empréstimo encerrado e não há dinheiro para contratá-lo em definitivo, enquanto o terceiro não deverá ter seu contrato renovado.

Sem dúvida, um grande prejuízo técnico para o Tricolor. Mas, ao mesmo tempo, um enorme alívio nas contas do clube do Morumbi.

Segundo apurou o GloboEsporte.com, com as saídas dos três atletas, haverá uma economia de R$ 20 milhões em 2016, valor que seria gasto entre pagamentos de salários e encargos. Isso ajudará o clube que está passando por dificuldades financeiras.

Tanto que as previsões mais otimistas dizem que o clube fechará no vermelho em 2015 e 2016 e somente em 2017 é que voltará a ter superavit.

Há pouco tempo no poder, o novo presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva, aceitou a ajuda do empresário Abílio Diniz, que bancará uma auditoria para que se tenha noção da real situação financeira do clube.

O que complica o quadro é que o ex-presidente Carlos Miguel Aidar, que renunciou no dia 13 de outubro, já havia antecipado boa parte das receitas que o clube teria a receber no próximo ano.

Mas, ao mesmo tempo em que haverá um ganho financeiro, será preciso trabalhar para diminuir o descontentamento do torcedor, repondo tecnicamente as saídas de três dos principais jogadores.

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, Gustavo Vieira de Oliveira (diretor executivo de futebol) e Ataíde Gil Guerreiro (vice-presidente de futebol) já tiveram algumas reuniões para começar a planejar a próxima temporada.

Uma coisa é certa: nenhum jogador que for contratado ganhará mais do que R$ 300 mil mensais, valor estipulado como teto salarial pela diretoria. Sem dinheiro para grandes contratações, o clube buscará trocas para reforçar o elenco.

O primeiro alvo para 2016 é Marcelo Cirino, atacante do Flamengo. Como o Grêmio quer Maicon, o São Paulo já mostrou interesse em algumas peças do Tricolor gaúcho para tentar fechar com alguma. São os casos do zagueiro Geromel, o volante Wallace e o atacante Luan.

Globoesporte.com

 

Comentários

comentários