Sem beber há 4 meses, Casagrande para de fumar após infarto

asagrande vai viajar ao Chile e comentará a Copa América pela Globo
asagrande vai viajar ao Chile e comentará a Copa América pela Globo

Gradualmente, os hábitos do ex-jogador Walter Casagrande mudaram radicalmente se comparados há dez anos. Em entrevista ao jornal Agora, e reproduzida pela Folha de S.Paulo, o atual comentarista da Rede Globo contou que, após o infarto sofrido no dia 29 de maio , parou de fumar e entrou em uma dieta rigorosa. Bebidas alcoólicas ele já não consome faz quatro meses.

“Já tinha cortado, até mesmo bombom com recheio de licor, creme de papaia com cassis… Mas fumava e comia de tudo, sem preocupação com gordura, sal, açúcar”, contou o ex-jogador, que se mantém afastado da cocaína e heroína desde que passou pela última overdose, em 2008.
Na entrevista, Casão conta que resolveu parar drasticamente de beber quando percebeu que voltava a ter hábitos perigosos para uma pessoa que luta contra a dependência química. A morte de sua mãe ajudou a desregrar mais uma vez a sua vida.
“Entrei num movimento psicológico de me chicotear: eu dormia pouco, fumava muito e também exagerava na bebida. Me convenci, há quatro meses, que precisava buscar ajuda, pois aquele estilo de vida era um fator de risco para um dependente químico. Foi aí que procurei suporte terapêutico e parei de beber”, disse.
Casagrande já está de alta médica e viajará ao Chile para cobrir a Copa América pela Rede Globo. A mudança de estilo de vida também é justificada pelos conselhos médicos: para se recuperar do infarto, o ex-jogador passou por um cateterismo e uma angioplastia para desentupir as artérias e colocou dois stents para evitar o estreitamento delas. Seu coração já não permite mais abusos.
“Encaro o infarto como o último degrau das consequências do meu estilo de vida anterior. Tenho um coração sofrido, que batia forte quando eu cheirava, depois desacelerava bruscamente. O que me fez suportar tudo isso é o fato de ter sido atleta”, completou.
TERRA

Comentários

comentários