Seja sempre você. Máscaras não duram para sempre!

FERNANDA NUNES

Cresce significativamente o número de pessoas que reclamam do seu destino. Pessoas que mesmo já tendo idade madura, não conseguiram ainda serem autores de sua própria história.

Levam a vida preocupadas com opiniões alheias e se martirizam por isso. Assim correm o risco de termos uma população idosa que vai passar boa parte do seu tempo buscando culpados para responsabilizar por suas insatisfações, fracassos e desmotivação com a sua própria vida.

Exatamente numa fase em que um dos fatores mais importantes para superar este sentimento e comportamento, será a capacidade de, cada indivíduo, desenvolver instrumentos, formas e atitudes para se reinventar nos vários papéis que vive.

A possibilidade de reverter este diagnóstico começa na intimidade da própria família, se estende pela estrutura formal do sistema de ensino, envolve os processos de escolha e orientação de carreira, apoio psicológico, mundo corporativo, meios de comunicação, movimentos religiosos, autodesenvolvimento, reflexão e muitos outros agentes do processo que influi e interfere na formação da individualidade.

Para não entrar nessa estatística seja você mesmo com todos os seus defeitos, trejeitos e dificuldades. Seja real, inteiro, sinta sua essência, não tenha vergonha de se mostrar ao mundo sem máscaras, sem enganos e sem frustrações.

 

Comentários