Segurança de boate que matou cliente com tiro na cabeça é preso

Da Redação

Foi preso neste sábado, dia 20 de julho, Dorival Mendonça Arguelho de 48 anos, o segurança acusado de matar com um tiro na cabeça, Oscar Julian de 29 anos, em frente a uma boate em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul.

A polícia estava cumprindo mandados quando encontrou com Dorival, descobrindo que ele estava com mandado de prisão em aberto, depois de matar a tiros Oscar em frente a uma boate, no dia 14 de julho, segundo o site ABC Color.

No dia do crime, o casal estava em frente a uma casa noturna por volta das 5h30 da manhã, quando foi ferido a tiros pelo segurança do estabelecimento. A primeira versão dada para o crime foi de que o casal estava tentando entrar à força na boate, e por isso, os disparos que acertaram a cabeça da vítima e outro tiro já quando o homem estava caído no chão, o que acabou acertando de raspão a brasileira que estava com ele, Jucirley Rodriguez de 34 anos.

A outra versão dada para o crime contradiz o que foi dito primeiramente. Imagens de câmeras de segurança mostram, o casal tentando levantar uma motocicleta caída no chão quando o segurança efetua os disparos. O paraguaio Oscar Julian de 29 anos foi levado para o hospital, mas teve morte cerebral. A mulher foi atendida e liberada em seguida.

Comentários