Secretário destaca importância da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia para estimular os jovens

Athayde Neri, (Foto: Paulo Francis)
Athayde Neri, secretário de Cultura , Turismo, Empreendedorismo e Inovação de MS. (Foto: Paulo Francis)

Acontece em Campo Grande, de 21 à 23 de Outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015, com o tema: Luz, Ciência e Vida. Além da Capital, a iniciativa também ocorre em 26 municípios do Estado de Mato Grosso do Sul simultaneamente, sendo os principais: Ponta Porã, Dourados, Naviraí, Três Lagoas e Corumbá.

Em Campo Grande, a 12ª edição do evento vai acontecer na Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) e deve receber aproximadamente 1,5 mil alunos de escolas públicas e particulares. A abertura será no dia 21, às 8h30, no teatro Araci Balabanian e deve contar com a presença do governador Reinaldo Azambuja, e o restante das atividades estarão todas concentradas no Edifício Apolônio de Carvalho, localizado na Rua Fernando Correa da Costa, 559, o antigo fórum da Capital.

Os números são exponencialmente maiores que os do ano passado. Em 2014, aconteceram 106 atividades desenvolvidas por seis instituições em 14 municípios. Para o secretário Athayde Nery, a formalização do Fórum Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação foi um dos fatores que contribuiu para o crescimento do evento.

O secretário de Cultura , Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Neri, destaca a importância do evento para o processo de divulgação da ciência, da tecnologia e de estimular os jovens do Estado a se interessarem pela área. “Nesta edição nós teremos a participação de varias entidades, para se ter uma idéia ano passados tivemos 106 atividades e este ano 1215, de 6 instituições envolvidas saltamos para 183, dentro de um grande processo de dialogo. Toda essa estrutura é destinado aos estudantes, aos jovens e para as crianças irem se familiarizando com a tecnologia, portanto convidamos a todos, sejam bem vindos todos que esse evento é para a sociedade sul-mato-grossense”, convida o secretário.

A programação conta com palestras, minicursos e exposições como a Expolumine e a de Microfotografias 3D de espécimes do cerrado, além de estandes das instituições parceiras. Em todo o Estado, a Semana contará com mais de 1,2 mil atividades e 183 instituições envolvidas.

Visitas – As visitas ao espaço de exposição e atividades por grupos de alunos acontecem das 7h30 às 17h30 e podem ser agendadas com a superintendência de Ciência e Tecnologia pelos telefones 3316-9165, 3316-9164 ou por e-mail ([email protected]). A entrada é gratuita.

Paulo Francis

Comentários

comentários