Secretaria de saúde confirma 3° caso de zika vírus em gestante em MS

O terceiro caso de zika vírus em gestante foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), em Campo Grande. A paciente já estava no final da gestação e o bebê nasceu por volta das 12h (de MS) desta quarta-feira (20) na Maternidade Cândido Mariano.

Foto Ilustrativa
Foto Ilustrativa

O parto, que estava programado para a próxima semana, foi adiado para esta quarta, com a intenção de evitar qualquer problema para a mãe e o bebê. A Sesau solicitou a coleta do líquido amniótico e o sangue do cordão umbilical do bebê para que seja feita uma análise.

O primeiro caso foi confirmado em dezembro do ano anterior, em uma gestante de 21 anos. Já o segundo caso no início deste mês, em uma mulher com 25 anos e grávida de 28 semanas. Ambas estão sendo acompanhadas pela Sesau.

ALERTA

Transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue e febre chikungunya, o zika vírus teve confirmada sua relação com casos de malformação de fetos e microcefalia. Entre novembro e dezembro do ano passado, foram notificados 677 casos na Capital.

Na segunda-feira (18), a Prefeitura de Campo Grande decretou situação de emergência em decorrência da epidemia de dengue, febre chikungunya e zika vírus. Com prazo de 180 dias, a medida permite dispensa de licitação para aquisição de bens e serviços e foi decorrente do expressivo aumento na demanda de exames laboratoriais e consultas nas unidades de pronto atendimento no quatro quadrimestre de 2015.

Comentários

comentários