Se perdeu dentro da Faculdade? Estudante cria app com informações essenciais

O aplicativo foi desenvolvido para o sistema operacional Android, e logo está disponível para download na Play Store.

O acadêmico Filipe Gonçalves, 21, estudante do 2° Semestre de Jornalismo criou um aplicativo para ninguém mais se perder na faculdade. Incentivado pela apresentação de um trabalho de ATPS para a professora Joelma Belchior, ele resolveu acabar com esse problema, matando dois coelhos com um golpe só.

Filipe (a esq.) inovou em exposição de trabalhos
Filipe (a esq.) inovou em exposição de trabalhos Foto Márcio Nory

O aplicativo serve para que as pessoas possam achar as salas que procuram, lembrando que a faculdade tem sete blocos, várias lanchonetes e estacionamentos; deixando o público que vem nas palestras e eventos muitas vezes perdidos.

“O aplicativo tem duas funções, que é quando você baixa ele, você usa as plantas baixas, que são disponibilizadas off-line, assim se tem acesso a todo o caminho que ele faz na faculdade. Aí, você sabe por exemplo que salas tem no primeiro andar, no segundo, sem ter que subir, foi feito para facilitar. E a segunda função é poder caminhar em cima dele, de forma que você não trombe com outras pessoas; vamos fazer em duas mãos, a que vai e a que vem. E aí, você sabe que vai poder caminhar tranquilo sem trompar em alguém”, explica Filipe.

Aplicativo criado pelo acadêmico Foto Márcio Nory
Aplicativo criado pelo acadêmico Foto Márcio Nory

A professora Joelma, solicitou um jornal-mural para as duas turmas de jornalismo, onde deveriam passar por todas as etapas, tais como: reunião de pauta, entrevistas, escrever as matérias, fazer a diagramação, imprimir os jornais e, também, a criação de embalagem de um produto que não existe no mercado..

“Todos os trabalhos estão muito bons, temos que mostra-los” conta a professora surpreendida positivamente. Os jornais estão bem diagramados e as embalagens um espetáculo a parte, conta Joelma. Para isso, foi criado a ‘Semana da ATPS da Anhanguera Uniderp’, que aconteceu na última quinta-feira (11), às 19 h, onde os alunos das duas turmas puderam colocar a mostra e explicar seus trabalhos, suas dificuldades e suas experiências para o público.

Durante a entrega dos trabalhos, um dos acadêmicos entregou-lhe uma caixinha e ela perguntou, qual é o seu trabalho, olhando espantada para a caixinha, tentando imaginar o que poderia haver nela de tão interessante. Este aluno era Filipe que respondeu que “Comunicação não é só embalagem, é conteúdo”.

No começo, Joelma não acreditava muito; mas, quando viu o aplicativo funcionando mudou de ideia e, sentiu-se realizada, com o objetivo alcançado pelo desempenho dos alunos na parte prática dos trabalhos e disse: “Eles me surpreenderam e superaram as minhas expectativas. Foi uma exposição belíssima de várias coisas legais”, contou a orgulhosa Joelma.

MARCIO NORY

Comentários

comentários