Sarau temático homenageia os 110 anos da Imigração Japonesa

Silvio Mori / Fundação de Cultura MS

Sarau acontece na Biblioteca Isaías Paim 

Para homenagear a comunidade nipônica pelos 110 anos de Imigração Japonesa no Brasil, a  Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaias Paim, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), realiza no sábado (16), a partir das 9h30, a 4ª edição do Sarau Cultural.

O objetivo é valorizar a cultura japonesa, prestigiando os artistas presentes em Campo Grande. Haverá um bate-papo cultural com Celso Higa e o jornalista Eron Brum, apresentação do Grupo Sakura, Grupo Ryukyu koku Matsuri Daiko, projeção fotográfica com Roberto Higa, Grupo Seishun, cantoras Meire Mary Obabayashi e Karina Lima, decoração temática com raicais de Tânia Mara de Souza e  História do Sadako e os 1000 Tsurus, com Alexandre Garcia.

Grupo Ryukyu koku Matsuri Daiko será uma das atrações do Sarau. (Foto: Silvio Mori)

A Imigração Japonesa no Brasil começou oficialmente no início do século XX, no ano de 1908, quando o navio Kasato Maru aportou em SP, trazendo 781 lavradores para fazendas do interior paulista. O fluxo cessou quase totalmente em meados de 1973, com a vinda do último navio de Imigração Nippon Maru, contando-se quase 200 mil japoneses estabelecidos no País.

Atualmente, o Brasil abriga a maior população de origem japonesa fora do Japão, com cerca de 1,5 milhão de nikkies, termo usado para denominar os japoneses e seus descendentes. Atualmente, estima-se que haja mais de um milhão de nipo-brasileiros, cuja maioria reside nos estados de São Paulo e do Paraná.

O Sarau da Biblioteca é aberto ao público e a participação é gratuita. A Biblioteca Estadual Dr. Isaias Paim fica no 2º andar do Memorial da Cultura e Cidadania (avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 Centro). Mais informações pelo telefone (67) 3316-9161.

Comentários