São Paulo quer encerrar jejum de 13 anos para largar na frente na Copa Sul-Americana

Gazeta Press

O São Paulo busca encerrar um incômodo jejum de mais de uma década para largar na frente do Rosario Central na primeira fase da Copa Sul-Americana. O jogo de ida será disputado nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Gigante de Arroyito, na Argentina, onde o time brasileiro não vence há quase 13 anos.

A última vitória são-paulina em solo argentino ocorreu no dia 29 de junho de 2005. Na ocasião, a equipe então comandada por Paulo Autuori derrotou o River Plate por 3 a 2, com gols de Danilo, Amoroso e Fabão, em pleno Monumental de Núñez, pelo jogo de volta das semifinais da Copa Libertadores, da qual seria campeã.

Desde então o clube não voltou a celebrar uma vitória no país vizinho. Foram oito partidas disputadas, com cinco derrotas e três empates, além de nove gols sofridos e apenas quatro anotados.

Nesse período, o rival mais vezes enfrentado foi o Boca Juniors, que impôs duas derrotas por 2 a 1 ao São Paulo em La Bombonera, em Buenos Aires. Os confrontos foram válidos pela decisão da Recopa de 2006 e pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2007.

O retrospecto geral do São Paulo no país também preocupa. Em 37 jogos, a equipe contabiliza meras cinco vitórias, nove empates e 23 derrotas, com 70 gols sofridos e 42 marcados. A viagem tricolor mais recente ao país se deu em abril do ano passado.

Curiosamente, o duelo era válido pela primeira fase da Sul-Americana. Naquela oportunidade, os comandados de Rogério Ceni não saíram de um 0 a 0 diante do modesto Defensa y Justicia, que acabaria eliminando o São Paulo com o empate por 1 a 1 no embate da volta, no Morumbi.

O palco da partida desta quinta é outro fator que não traz boas lembranças ao São Paulo, que sucumbiu em todas as três vezes que visitou o Gigante de Arroyito. A primeira delas aconteceu no jogo de ida da final da Libertadores de 1992, quando perdeu por 1 a 0 para o Newell’s Old Boys. A última foi em 2004, pelo primeiro duelo das oitavas de final do torneio, contra o Rosario Central, que na ocasião venceu por 1 a 0.

O confronto de volta entre as equipes está marcado para o dia 9 de maio, às 21h45, no Morumbi. Diferentemente da Copa do Brasil, a Sul-Americana deste ano segue considerando o gol fora de casa como um de seus critérios de desempate.

Comentários