Santos deve anunciar nos próximos dias patrocínio com banco

Santos estampou a Caixa no uniforme durante três meses (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

O Santos está muito perto de fechar seu primeiro patrocínio master desde 2013. Na última sexta-feira, em Brasília, o presidente Modesto Roma Júnior se reuniu com os representantes da Caixa e saiu otimista para concretizar o acordo, que deve render R$ 15 milhões ao clube nesta temporada.

Nos últimos três meses de 2016, o banco estampou a marca no uniforme do Peixe e pagou R$ 2 milhões pelo período. O acordo foi uma forma de experiência e agradou a Caixa, que deve selar o negócio nos próximos dias. Além da exposição na reta final do último ano, a diretoria do alvinegro usou a Copa Libertadores da América como um ‘trunfo’ para conquistar o patrocínio.

Inicialmente, os santistas pediram R$ 18 milhões pelo acordo. O banco fez uma contraproposta bem abaixo do esperado. Por conta disso, o negócio se arrastou nos últimos meses. Porém, as duas partes chegaram a um denominador comum, fixando o valor de R$ 15 milhões.

O Santos não tinha um patrocinador master desde 2013, quando a BMG deixou o clube. De lá pra cá, vários patrocínios pontuais passaram pela parte nobre da camisa, mas nenhum definitivo. Em 2014, a Huawei chegou a fazer um acordo parecido com o que a Caixa fez no ano passado. A empresa chinesa foi parceira por dois meses, também na reta final daquela temporada, mas acabou não permanecendo em 2015.

Atualmente, o alvinegro tem três empresas fixas na camisa: Royal Air Maroc, Sil e Algar. Falta apenas um espaço nas costas para completar o uniforme.

Matéria: Gazeta Esportiva.com

Comentários