MS perde 1396 vagas de emprego, conforme Caged

Dados apresentados nesta quinta-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged) apontaram um saldo negativo de 1.396 postos de trabalho em Mato Grosso do Sul. No mês de novembro, as empresas do estado contrataram 17.830 trabalhadores e demitiram 19.226, resultado no saldo negativo de 0,27% em relação a outubro.

De acordo com o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, a recuperação do nível de emprego no estado deve acontecer no próximo ano. “No ano que vem, temos certeza de que os números serão melhores, para que os trabalhadores possam ter ocupação e renda e garantir o sustento de suas famílias e o crescimento do país”, disse o ministro. “Só o trabalho vai assegurar um Brasil forte, com crescimento sustentável e oportunidades a todos”, declarou.

O setor de serviço teve o saldo mais negativo, fecharam 833 vagas, seguido pelos setores da agropecuária e indústria, com 495 e 487 vagas respectivamente.

Em contrapartida, o comércio apresentou saldo positivo de emprego, foram 230 vagas, construção civil, com 189, e serviços industriais de utilidade pública, com 6.

O levantamento mostra que houve aumento no número de vagas em novembro em três dos 14 municípios do estado com mais de 30 mil habitantes. Três Lagoas teve o maior saldo de empregos formais no mês (998).

Comentários