Sabia não; Marinho decide, Vitória bate o Atlético-PR e deixa a zona de rebaixamento

Vitória e Atlético-PR proporcionaram um grande jogo aos 22.759 presentes no Estádio do Barradão, em Salvador, na tarde deste domingo. Em um duelo com duas viradas e cinco gols, a equipe baiana chegou à vitória em cima do rival do Paraná por 3 a 2 e levou a sua torcida ao delírio.

ESPN
ESPN

Com os três pontos, o time de Argel Fucks deixa a zona de rebaixamento com apenas quatro jogos a fazer no Campeonato Brasileiro. O Vitória soma agora 39 pontos, em 15º lugar, jogando o Internacional para a zona da degola.

De quebra, o resultado caiu como uma luva para o Corinthians, adversário direto do Atlético-PR por uma vaga no G-6. Como as duas equipes perderam nesta 34ª rodada, a diferença se mantém em apenas um ponto, com vantagem para os rubro-negros (51 a 50).

O jogo

Os atletas mostraram em campo que não estavam para brincadeira desde os primeiros minutos. Logo aos 4, Marinho aproveitou o próprio rebote para abrir o placar de “bico”. Festa dos donos da casa, que só não contavam com uma equipe tão fria do outro lado.

O Atlético-PR não se desesperou por causa do gol sofrido logo no começo e chegou à virada ainda antes do intervalo. Pablo marcou duas vezes. Primeiro, o centroavante atleticano só tocou para o gol vazio depois de receber passe de Lucas Fernandes.

Depois, um erro de Euller na saída de bola do Vitória acabou sendo mortal. Lucho roubou e serviu Pablo, que com uma linda cavadinha marcou o segundo.

Zé Love tinha acertado uma bola na trave quando o placar ainda estava 1 a 1, mas o domínio dos visitantes na primeira etapa era indiscutível. Mas o intervalo acabou fazendo mal para a equipe do Atlético-PR e muito bem para o Vitória, que voltou com outro espírito e pressionando o adversário no campo de defesa.

De tanto martelar, o Vitória deixou tudo igual no placar mais uma vez. Marinho, inspirado, fez toda a jogada pela direita e David correu para o abraço.

A partida ganhou ares de “quem fizer ganha”. E assim aconteceu. Sorte do Vitória, que contava com Marinho elétrico. O atacante roubou a bola já no ataque e resolveu tudo sozinho. Um golaço.

Assim, a equipe de Salvador deixa a zona de rebaixamento e respira diante de uma luta contra o descenso à Série B em 2017. Agora com 39 pontos, Marinho e companhia jogam o Internacional, que estacionou nos 38, para o Z4.

Já o Atlético-PR fica com 51 pontos, não aproveita a derrota do Corinthians, que segue logo atrás, e ainda terá de torcer contra o Grêmio na rodada para não perder sua vaga no G-6.

Na próxima rodada, o Atlético-PR buscará a reação em um confronto direto diante do Fluminense, no Maracanã, dia 15, terça-feira, às 17 horas. Enquanto isso, o Vitória tentará manter o embalo contra o Santos, na Vila Belmiro, dia 17, quinta-feira, às 19h30.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA 3 X 2 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA)
Data: 06 de novembro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Marcelino Castro de Nazare (PE)
Cartões amarelos: VITÓRIA: Marinho e Victor Ramos.ATLÉTICO-PR: Weverton, Nikão
Público: 21.002 pagantes (22.759 total).
Renda: R$ 195.095.00.
GOLS:
VITÓRIA:Marinho, aos 4 minutos do 1T e aos 36 minutos do 2T. E David, aos 23 minutos do 2T.
ATLÉTICO-PR:Pablo, aos 29 e aos 42 minutos do 1T.

VITÓRIA: Fernando Miguel, Diego Renan, Victor Ramos, Kanu e Euller (Diogo Mateus); Zé Welison, Willian Farias e Flávio (Cárdenas); Marinho, Kieza e Zé Love (David). Técnico: Argel Fucks

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Marcão e Nicolas (Sidcley); Otávio (Deivid), Hernani, Lucho González e Nikão; Lucas Fernandes (João Pedro) e Pablo. Técnico: Paulo Autuori

Comentários

comentários