Ruas do centro da Capital serão interditadas na sexta-feira para o desfile de 7 de Setembro, no sábado

Trechos de algumas vias do centro da Capital serão interditadas a partir da noite desta sexta-feira (6.9), para a montagem da estrutura do desfile cívico e militar de 7 de Setembro. As interdições serão até sábado, após as apresentações que serão na rua 13 de Maio.

Segundo o chefe de Fiscalização de Trânsito, da Agência Municipal Trânsito (Agetran), Carlos Guarini, a partir das 19h de sexta-feira será interditado o trecho da avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e Calógeras, nos dois sentidos. E a partir das 20h do dia 6, também estará proibido o tráfego de veículos na rua 13 de Maio, entre as ruas Dom Aquino e 15 de novembro. A liberação está prevista para as 18h de sábado, depois que forem desmontados o palanque e as arquibancadas usadas para o desfile.

No dia do desfile cívico e militar a rua 13 de Maio estará interditado das 5h às 13h entre as avenidas Mato Grosso e Fernando Correa da Costa, percurso a ser feito pelas instituições civis e militares que estarão se apresentando.

Guarini explicou que, com as interdições, a melhor opção para quem vai para os altos da avenida Afonso Pena e ao Shopping Campo Grande, é seguir pela avenida Fernando Correa da Costa. Para os que pretendem se dirigir à região do Aeroporto Internacional de Campo Grande, a recomendação é para que siga pela rua Eça de Queiroz, no final da rua 14 de Julho, bairro São Francisco, seguindo pela avenida Ernesto Geisel, avenida Afonso Pena e avenida Duque de Caxias.

O desfile

De acordo com a programação do desfile de 7 de Setembro, às 8h20 haverá revista à tropa. As apresentações ocorrem a partir das 8h45, com previsão de encerramento entre 11h30 às 12h.

O coronel do Exército Brasileiro Ranilson Reis Ferreira orienta a população a levar água e sugere que as pessoas participem da comemoração usando o verde e amarelo, cores da bandeira nacional.

A Defesa Civil Estadual estará com equipes em vários pontos da rua 13 de Maio, no percurso do desfile, e também com um ponto de apoio para o acionamento de equipes de socorro e para os casos de crianças que se perderam dos pais. Haverá também ambulâncias do Exército, do Samu e do Corpo de Bombeiros, que serão acionados em caso de necessidade.

As instituições militares estarão desfilando a pé e em viaturas. As Forças Armadas, por exemplo, devem levar à rua 13 de Maio neste sábado cerca de 4 mil militares e 40 viaturas.

Também estarão se apresentando as polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, aluno de escolas e instituições.

 

Comentários