Rose e Marquinhos intensificam “olho no olho” e pé no chão na reta final de campanha

Os candidatos à prefeitura de Campo Grande – Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB) – intensificam suas campanhas na reta final do segundo das eleições pensando no voto dos eleitores indecisos.

Os comandos das duas campanhas devem acelerar o ritmo das visitas aos bairros, caminhadas, corpo a corpo e comícios.
Os comandos das duas campanhas devem acelerar o ritmo das visitas aos bairros, caminhadas, corpo a corpo e comícios.

Até o próximo domingo (30), dia da votação para a escolha do futuro prefeito da Capital, os comandos das duas campanhas devem acelerar o ritmo das visitas aos bairros, caminhadas, corpo a corpo e comícios.

No primeiro turno, Marquinhos Trad teve 147.694 votos, o que corresponde a 34,57% dos votos válidos, enquanto Rose Modesto recebeu 113.738 votos, o equivalente a 26,62% do total apurado.

Agora, os dois candidatos brigam pelo voto dos indecisos, já que no primeiro turno foram registrados 17.619 (3,66%) votos em branco, 36.017 (7,49%) votos nulos e 114.286 (19,20%) abstenções.

O resultado confirmou os números das pesquisas de intenção de voto realizadas ao longo da campanha na primeira fase da disputa.

Pesquisa do Ibope também aponta o favoritismo do candidato do PSD, mas a sua adversária tucana corre atrás na tentativa de reverter o quadro eleitoral no maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul.

O comando da campanha tucana discorda da pesquisa, a qual dá larga vantagem ao adversário, lembrando os sucessivos erros ocorridos em eleições anteriores, quando o então deputado federal Edson Giroto (ex-PMDB, hoje no PR) liderava a corrida pela prefeitura, mas foi derrotado por Bernal.

Da mesma forma, o então senador Delcídio do Amaral (ex-PT) liberava com folga a disputa para o governo estadual, mas perdeu as eleições para Reinaldo Azambuja (PSDB).

Em pesquisa divulgada no último dia 22, o Jornal o Estado divulgou os resultados do Instituto Valle, para intenção de voto no segundo turno da eleição de Campo Grande. Os números mostram que Rose registrou avanço ante uma queda do candidato Marquinhos. A tucana subiu 6,61% com relação a ultima pesquisa realizada há uma semana, e, o social democrata caiu 3,4%. Marquinhos ficou com 46,58% dos votos ante 34,94% da tucana, na pesquisa estimulada –quando são apresentados os nomes dos candidatos.

 

Comentários

comentários