Ronda diz que pensou em se matar após ser nocauteada

Três meses depois de ser nocauteada, Ronda Rousey vai retornando à vida normal e, em uma de suas primeiras entrevistas após ser destronada, acabou causando surpresa e comoção ao público. Em um dos principais programas da televisão norte-americana, a agora ex-campeão do UFC admitiu que pensou até em se matar depois de ser derrotada por Holly Holm.

Ronda disse que pensou em se matar após ser nocauteada
Ronda disse que pensou em se matar após ser nocauteada

“Eu estava sentada, pensando em me matar, pensando que eu não era nada e ninguém dava a mínima para mim”, disse no The Ellen DeGeneres Show. O programa, na verdade, ainda não foi ao ar. O trecho foi antecipado pelo jornal Daily Mail.

A ‘salvação’ veio por conta do namorado, o também lutador Travis Browne.

“Levantei a cabeça e vi Travis. Olhei para ele e pensei: ‘eu preciso ter seus bebês. Preciso me manter viva'”, disse.

Desde que foi nocauteada, em novembro, Ronda pouco apareceu ao grande público. Na semana passada, finalmente retornou aos treinamentos normais. Enquanto isso, ela se recuperou e aproveitou para gravar filmes.

Na entrevista a Ellen DeGeneres, Ronda ainda admitiu que sentiu um golpe logo no começo da luta contra Holm e isso a desestabilizou. Ainda mais sendo sua terceira defesa de cinturão em tão pouco tempo.

“No primeiro golpe ela causou um corte na minha boca e fiquei com um dente solto. Eu não me lembro de muito da luta. Mas eu estava fazendo o melhor que podia, tentando esconder que estava machucada e que sequer estava consciente da luta”, disse. “Acho que a única coisa que foi diferente desta vez foi que era a minha terceira luta por título em nove meses e não acho que alguém já tenha tentado fazer isso antes”, completou. (ESPN)

Comentários

comentários