Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Fluminense

Ronaldinho Gaúcho não é mais jogador do Fluminense. O meia já não havia treinado com o grupo nesta segunda-feira, quando pediu dispensa para resolver problemas pessoais. De acordo com o site oficial do Tricolor, porém, o rompimento foi amigável e em comum acordo entre as partes. Assis, irmão e agente do jogador, tem o mesmo discurso e agradeceu a breve passagem de R10 nas Laranjeiras.

Ronaldinho deixa o Flu (Foto: Globo Esporte)
Ronaldinho deixa o Flu (Foto: Globo Esporte)

– Infelizmente, tomamos a decisão num momento delicado do campeonato, mas futebol é assim. Não temos nada para reclamar do clube, foram sensacionais com a gente, principalmente a figura do Mário Bittencourt. O presidente (Peter Siemsen) também. Foi uma decisão de comum acordo, mas agora não quero dar detalhes. Já está tarde, estou jantando. Falamos num outro momento – disse ao GloboEsporte.com.

Em sua página no Facebook, o jogador também fez questão de mostrar agradecimento a todos os funcionários do clube e também aos torcedores que o acompanharam nesses pouco mais de dois meses.

– Caros Srs, Presidente, diretores e toda nação Fluminense, muito me orgulhou vestir esta camisa, muito mesmo. Estamos hoje anunciando o fim do vínculo empregatício mas não o fim de uma relação importante, que foi construída com verdade, com respeito e honestidade.

Quero muito agradecer ao presidente Peter, ao Mario Bitencourt, Fernando e toda comissão técnica, jogadores e funcionários pelo carinho e a dedicação à mim e a minha família.

Quero dizer que não estarei em campo mas estarei na torcida pelo sucesso deste grande clube!!!

Obrigado por tudo Mario, ter a confiança e conquistar a amizade de vocês já é um grande prêmio! Tenho certeza que o futebol brasileiro estará melhor com mais pessoas como você, grande amigo e profissional que só tenho a agradecer!!! Obrigado a toda galera Fluminense!!!

É com muito respeito e agradecimento que me despeço deste grande clube!!! – escreveu.

Ronaldinho passava por um momento conturbado no Fluminense. Sem o apoio da torcida, amargou três partidas consecutivas no banco de reservas – contra o Palmeiras nem chegou a entrar. Diante da Ponte Preta, atuou 30 minutos, já na etapa final. Na última quarta-feira, contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, jogou somente 20 minutos, também no segundo tempo.

No sábado, no entanto, ganhou a primeira chance como titular com Eduardo Baptista no comando do time. Jogou os 45 minutos iniciais e deu lugar a Marcos Junior no intervalo. Em contato com o repórter André Gallindo, da TV Globo, o treinador mostrou-se surpreso com a notícia:

– Estou sabendo por você. De nós da comissão técnica não temos nenhuma informação. Isso é uma surpresa. Tenho trabalhado, conversado e posto o Ronaldo pra jogar – disse o técnico.

O meia chegou ao clube em julho deste ano. Na época, o Vasco também negociava com o atleta e o presidente Eurico Miranda chegou a dizer que o jogador estava 100% fechado com o Gigante da Colina.

No dia 11 de julho, porém, Ronaldinho fechou com o Tricolor. De férias, ele só começou a treinar no dia 27 e estreou pelo Flu diante do Grêmio, na 16ª rodada Campeonato Brasileiro, cinco dias depois. Na ocasião, o time das Laranjeiras venceu por 1 a 0.

GLOBO ESPORTE

Comentários

comentários