Romena morre eletrocutada ao tentar selfie no topo de estação de trem

Uma romena fã de selfies morreu após ser eletrocutada ao tentar tirar um autorretrato no alto de uma estação de trem na cidade de Iasi, no nordeste da Romênia, segundo reportagem do jornal “Mirror” desta terça-feira (12).

Foto: Reprodução/Facebook/Anna Ursu
Foto: Reprodução/Facebook/Anna Ursu

Anna Ursu, de 18 anos, tinha a intenção de tirar uma selfie para postá-la no Facebook. As fotos publicadas em seu perfil na rede social não dão a entender que a adolescente se colocava em situações de risco.

Assim que ela deitou no topo de uma estação de trem, ela levantou uma perna e a deixou livre no ar. Ela, porém, encostou em um fio de energia elétrica e, segundo o jornal, recebeu uma descarga de 27 mil volts. A jovem teve metade do corpo queimado.

Anna estava acompanhada de uma amiga de 17 anos que foi arremessada com a força da explosão.

Um homem que passava pelo local no momento do acidente escalou até o topo da cobertura da estação para resgatar as duas garotas. Depois de retirá-las, ele chamou o serviço de emergência.

O sujeito já havia observado as jovens e as avisado para abaixar cabeças e pernas. Aparentemente, seus conselhos não foram seguidos, já que quando voltou a prestar atenção nelas, Anna já estava sendo consumida por chamas.

As duas garotas foram transportadas imediatamente para o hospital. Anna, muito ferida, não resistiu e morreu. Um porta-voz do hospital disse que as jovens se colocaram em grande risco, já que, ainda que Anna não tivesse tocado o fio, ela teria entrado em contato com o campo elétrico, o que seria igualmente mortal.

A adolescente sobrevivente afirmou que elas desconsideraram o risco. A intenção era registrar uma “selfie definitiva”.

G1

Comentários

comentários