Rodovia é liberada após quase 4h de bloqueio

Após aproximadamente 4 horas o grupo de manifestantes mulheres ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), que protestava na MS-162, próximo a entrada de Maracaju liberou o acesso de motoristas ao município. O protesto teve início às 6h desta terça-feira (8) e apenas ônibus e pessoas com acompanhamento médico passavam pelo local.

Foto: Maracaju Speed
Foto: Maracaju Speed

De acordo com o site Dourados News, o grupo, de aproximadamente 200 pessoas, destaca a violência contra a mulher com faixas e cartazes.

Equipes da Polícia Militar foram acionadas e conseguiram negociar com os manifestantes, que seguiram em passeata pela região central de Maracaju.

Comentários

comentários