Reunião define calendário de ações para o Projeto Rota Cultural do Pantanal

Foi realizada na manhã desta segunda-feira (16), na sala de reuniões do quarto andar do Memorial da Cultura, uma reunião do Projeto Rota Cultural do Pantanal, que tem por objetivo o fortalecimento das redes de empreendimentos criativos com ênfase na cultura pantaneira. O objetivo foi estabelecer o calendário de ações para este ano.

Os trabalhos foram iniciados com a exposição das atividades realizadas nos últimos meses do ano passado nos municípios que compõem o projeto: Aquidauana, Bonito, Bodoquena, Corumbá, Ladário, Miranda, Porto Murtinho, Rio Verde e Sonora.

reunião cultura pantaneira

Logo após, os representantes dos municípios participaram na elaboração do calendário para 2016, denominado de Plano de Ação Integrado, que compõe os seguintes eventos:

• Quinto Encontro de Pantaneiros, a ser realizado nos dias 8 e 9 de outubro, em Corumbá;
• Missa Pantaneira em Rio Verde, em 20 de maio;
• Semana do Meio Ambiente e Cultura “Nascentes”, em Corumbá, de 4 a 7 de junho;
• Festival de Inverno de Bonito, de 28 a 31 de julho;
• Festival América do Sul Pantanal, em Corumbá, de 7 a 10 de setembro; Festa de São João, em Cormbá, de 22 a 24 de junho;
• Feira Ecológica Cultural, Indígena e Rural (Fecir), em Miranda, de 15 a 17 de julho;
• Cavalgada Ecológica Pantaneira, em Miranda, de 16 a 17 de julho;
• Escolha da Garota Pantaneira, em Corumbá, em 9 de julho;
• Festa de Nossa Senhora do Carmo, em Corumbá/Forte Coimbra, de 14 a 16 de julho;
• Feira Gastronômica Tacho Pantaneiro, em Rio Verde, dia 9 de julho;
• Campeonato de Pesca, em Coxim, no dia 7 de setembro;
• Noite Pantaneira, realizada mensalmente em Miranda;
• Movimento Cultural Pantaneiro, em Sonora;
• Missa Pantaneira/Festa da Padroeira Nossa Senhora Aparecida, em Sonora, de 1º a 12 de outubro;
• III Mostra da Cultura Pantaneira na Terra do Pé de Cedro, em Coxim;
• II Feira Literária de Bonito (Flip), de 6 a 9 de julho;
• Cavalgada do Recanto do Peão, em Bonito;
• Programa de valorização de plantas alimentícias do Pantanal e Cerrado – UFMS (proposta de realização de oficinas nos eventos citados).

A gestora de Economia Criativa da Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Claudia Medeiros, afirma que a unificação do calendário de eventos dos municípios que compõem a rota pantaneira é importante para a valorização da cultura pantaneira como patrimônio cultural sul-mato-grossense. “Além de fortalecer o desenvolvimento econômico, valoriza empreendimentos da cultura pantaneira como artesanato, produção literária em torno do imaginário pantaneiro, música e gastronomia. A adesão dos municípios é importante, pois fortalece a ação que é a rota pantaneira”.

Ficou estabelecido que as reuniões serão bimestrais para identificar possíveis parceiros para os projetos e as necessidades de apoio e articulação.

Fundação de Cultura de MS.

Comentários

comentários