Reunião cria comissão para coordenar os trabalhos para as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Foi realizada na manhã desta quinta-feira (25), no auditório do Museu da Imagem e do Som (MIS), a terceira reunião preparatória para as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna. Estiveram presentes representantes da sociedade civil, do Comando Militar do Oeste (CMO), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), Centro de Análise e Difusão do Espaço Fronteiriço (Cadef/UFMS), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), 4ª Brigada de Cavalaria de Dourados, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MS), Prefeitura Municipal de Jardim e Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

O secretário de Cultura, Athayde Nery, iniciou os trabalhos falando sobre a criação de uma agenda para as comemorações alusivas à Retirada da Laguna. “Tive uma reunião com o subsecretário de Comunicação [Rodrigo Mendes Ribeiro] e falamos que vamos criar um grupo para lincar as comemorações dos 40 anos da criação do Estado de Mato Grosso do Sul com os 150 anos da Retirada da Laguna. Vamos fazer com que esses temas sejam colocados nas escolas, que haja redações e pesquisas, que de janeiro a dezembro de 2017 consigamos dar muita força para essas datas. Vamos fazer uma agenda muito forte para estas datas envolvendo o Estado inteiro”.

A seguir foi discutido o andamento das propostas feitas na última reunião do grupo, sendo elas a realização de publicações de coletâneas nos moldes dos publicados pelo Iphan; reedição de livros sobre a Retirada da Laguna; edição especial das revistas do Exército Brasileiro; edição de um gibi e uma cartilha para escolas das redes de ensino de Mato Grosso do Sul; inclusão do livro “Retirada da Laguna” entre as obras a serem lidas para o vestibular de 2017 da UFGD.

As propostas envolvendo seminários, mostras e exposições são a realização de um ciclo de palestras sobre a retirada da Laguna com a participação de pesquisadores; a Caravana Cultural Retirada da Laguna (com fotografias, peças de teatro, música, dança, artes, gastronomia e oficinas); realização de uma mostra audiovisual nas escolas públicas de Dourados; criação de projeto de extenção nas escolas públicas, inicialmente em Dourados; criação de cenas e esquetes com alunos do Curso de Artes Cênicas relacionadas à temática; realização de uma Semana sobre a Retirada da Laguna no Espaço Apolônio de Carvalho, em Campo Grande, que deverá contar, dentre outras atividades, com apresentação do filme “Alma do Brasil”, de 1931, e do filme do Batalhão de Aquidauana; auxiliar o cineasta Márcio Rebelo no andamento da produção do filme sobre a Retirada da Laguna que teve sua proposta apresentada em Jardim no dia 18 de setembro de 1915.

Sobre eventos históricos, ecoturísticos e itinerários culturais, as proposições são as seguintes: articular junto ao grupo de motociclistas do Estado para a realização de um Enduro de Motos entre Laguna e Porto Canuto; realizar uma atividade de trilha em Jardim com as escolas do município; realizar uma “Minitrilha Porto Canuto” (entre o córrego Taquarussu e o rio Aquidauana), para o que será necessária a revitalização do Porto Canuto, em Anastácio, palco do final da trilha da Retirada da Laguna; enfatizar a data de 11 de junho de 1867 como o fim da Retirada da Laguna; realizar prova de canoagem; realizar estudos para o registro das paisagens que compõem o cenário da Retirada da Laguna e fazer a junção dos aspectos históricos aos aspectos paleontológicos da área do Geopark.

Quanto aos aspectos culturais, as atividades sugeridas são: comemorar o Dia do Exército no 10º Regimento de Cavalaria Mecanizada, em Bela Vista, em alusão aos 200 anos de nascimento do coronel Pedro Rufino, um dos heróis da Retirada da Laguna; concurso de redação; proposição à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT) a criação do Selo da Retirada da Laguna para 2017; concurso de encenações; articular a encenação da peça “A Retirada da Laguna Revivida”, escrita e dirigida pelo teatrólogo Paulo Correa de Oliveira; condecorar personalidades ligadas aos eventos associados à Retirada da Laguna com a Comenda Visconde de Taunay.

Outras ações são a criação de um site para divulgação dos fatos relativos à Retirada da Laguna, tanto fatos históricos como das atividades a serem desenvolvidas; criação de medalha comemorativa; fomentar a economia criativa nos municípios envolvidos no roteiro; criação de editais específicos para ciência e cultura sobre a Retirada da Laguna, culto ecumênico na abertura oficial das atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna e inclusão dos indígenas nas atividades.

Ao fim da reunião foi criada uma comissão para coordenar as atividades, formada pelos seguintes membros: Matheus Dauzacker, Zito Ferrari e Cláudia Medeiros (Sectei); coronel Freitas (CMO); Ricardo Maria Figueiró, descendente do coronel Rufino; Antonio Firmino de Oliveira Neto (Cadef) e um representante do Iphan, com nome a confirmar.

A próxima reunião preparatória para as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna ficou marcada para o dia 25 de maio de 2016.

Comentários

comentários