Repórter da Globo leva bronca ao vivo da polícia americana

Correspondente Alan Severiano estava em local proibido cobrindo um acidente de trem na Filadélfia

Estados Unidos – O correspondente da Globo Alan Severiano levou uma bronca da polícia americana durante a cobertura ao vivo de um acidente de trem na Filadélfia, que matou pelo menos seis pessoas na noite desta terça-feira. Toda a equipe de reportagem estava em um local proibido. Alan Severiano teve que se retirar enquanto ainda falava ao vivo com o “Jornal Hoje” através de um link.

interrompido pelo policial, o correspondente atendeu o pedido, deixou o local mas, ainda assim, continuou passando as informações sobre o acidente. “A gente veio de carro porque de trem é impossível. Essa linha está interditada desde ontem à noite”, dizia o repórter antes da interrupção. “Aqui, do nosso lado, tem um policial que está pedindo para se retirar nesse momento, que estamos ao lado da rodovia”, explicou.

De acordo com a agência de notícia Reuters, um trem da empresa federal norte-americana de transporte ferroviário Amtrak descarrilou com mais de 200 passageiros a bordo no Norte da Filadélfia na noite desta terça-feira. O acidente matou pelo menos seis pessoas e deixou outras feridas, muitas em estado grave.

Alguns vagões ficaram completamente destruídos, abertos e jogados de cabeça para baixo ou de lado no bairro Port Richmond. As causas do acidente ainda são desconhecidas. Testemunhas e sobreviventes relataram momentos de caos à medida que passageiros e bagagens foram jogados pelo trem.

O DIA

Comentários

comentários