Renda para adesão a programas habitacionais varia de R$ 1,3 mil a R$ 4,7 mil

A Portaria que define regras para adesão dos programas habitacionais da Agehab (Agência Nacional de Habitação) foi divulgada nesta segunda-feira (12), no Diário Oficial do Estado. O documento de número 166 estabelece a renda familiar para os pretendentes proponentes no âmbito do Programa Habitacional Financiado e Subsidiado para População de Baixa Renda de Mato Grosso do Sul.

Foto: Saul Schramm

Os programas habitacionais financiados e subsidiados vai beneficiar população com renda familiar de R$ 1,3 mil a R$ 4.685,00. A composição e o enquadramento das famílias nos programas serão definidos pelo agente financeiro do programa. Apenas na última semana, o Governo do Estado, por meio da Agehab, beneficiou 418 famílias de Campo Grande e de Ribas do Rio Pardo com entrega de moradias.

A previsão do secretário de infraestrutura, Eduardo Riedel, é de que até o final do ano mais de 1,4 mil famílias sejam contempladas. “Esta semana de intensas entregas revela justamente a preocupação do Governo do Estado em dar dignidade à população e a realização do sonho da casa própria”. De 2015 para cá mais de 21 mil famílias foram beneficiadas com programas habitacionais do Governo do Estado.