Reinaldo vê ‘madura’ inclusão de Estados e municípios na Reforma da Previdência

Em Dourados na manhã desta segunda-feira (1/7) para entrega de casas, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse entender que a inclusão dos estados e municípios, na proposta de Reforma da Previdência entregue pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso, está ‘amadurecendo’.

Reinaldo Azambuja durante agenda em Dourados – Crédito: Vinicios Araújo/Dourados News

Segundo o Dourados News, no entender do chefe do Executivo sul-mato-grossense, através do diálogo com parlamentares, os governadores devem conseguir fazer com que a tendência da entrada desses dois poderes, siga ‘uma lógica’ dentro da discussão.

“Tenho posicionamento e sempre defendi a importância. Primeiro a Reforma previdenciária, depois estados e municípios. É uma decisão do congresso [incluir], vamos procurar que sejam colocados juntos, acho que cria uma lógica”, afirmou o governador.

Em seguida ele continua. “É uma luta, e acho que está maduro para os Estados serem incluídos”.

Reinaldo Azambuja faz parte do grupo de 25 governadores que, no início de junho, assinaram uma carta conjunta pedindo que a reforma seja analisada com a manutenção dos estados e município.

Nesta manhã, ele disse ter conversado com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) e o relator do projeto, deputado federal Samuel Moreira (PSDB-SP).

Amanhã (2/7) está prevista uma reunião entre deputados que conduzem as discussões sobre a reforma e um grupo de governadores, porém, Reinaldo não estará presente, conforme relatou pela manhã.

“Não [estará no encontro], mas eu falei com o Rodrigo [Maia] e o Samuel [Moreira] e podemos incluir”, disse.

Estados e municípios estavam na proposta entregue inicialmente pelo presidente da República, porém, o relator Samuel Moreira os retirou com receio que a Reforma não fosse aprovada no Congresso.

Na Câmara, Rodrigo Maia afirma que governadores se reúnam com suas bancadas para garantir os votos necessários.

 

Comentários