Reinaldo define mudanças no primeiro escalão esta semana

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve anunciar nesta semana mudanças em seu primeiro escalão. Ele deve confirmar a saída de Sérgio de Paula da Casa Civil, pasta que, aliás, será incorporada à Secretaria de Governo.

Sérgio de Paula, Reinaldo Azabuja e Eduardo Riedel, secretário de Governo

Ele deixará o cargo para presidir o PSDB em Mato Grosso do Sul, onde terá a missão de viabilizar o projeto da reeleição de Reinaldo Azambuja.

A articulação política, função que hoje é desempenhada por de Paula, ficará a cargo de Nelson Cintra, atual chefe da Fundação de Turismo. Sérgio de Paula se despedirá do cargo com a justificativa de que vai cuidar da reeleição do governador. A Fundação de Turismo será incorporada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, comandada por Jaime Verruck.

Com isso, o Estado passará a ter uma superintendência de Turismo. O nome escolhido para superintendente, segundo informações extra-oficiais, é de Bruno Wendling, turismólogo formado em Belo Horizonte.

A Reforma Administrativa que o governo implementará reduzirá de 13 para dez o número de secretarias. Também foram extintos cerca de mil cargos comissionados. Com a proposta a administração espera economizar R$ 34 milhões por ano.

De acordo com a assessoria de comunicação do Governo, a mudança será efetivada após a sanção da reforma administrativa, prevista para amanhã (15).

Escudeiro do governador há pelo menos 19 anos, Sérgio de Paula é formado em ciências contábeis, o paulista de Andradina iniciou na vida pública em 1995, como secretário de Fazenda em Dourados. Começou a trabalhar com Reinaldo em 1998, quando o líder tucano ainda exercia seu primeiro mandato como prefeito de Maracaju.

Comentários