Reinaldo apoia à Agenda Brasil e diz que tem pressa em ver o País crescer

As demandas serão tratadas entre Bolsonaro e os governadores eleitos na quarta-feira (14), em Brasília

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (8) que apoiará iniciativas econômicas e institucionais do novo Governo Federal que atendam às necessidades do povo brasileiro.

Acompanhado dos governadores eleitos de São Paulo e do Rio Grande do Sul, João Dória e Eduardo Leite, Reinaldo Azambuja manifestou apoio à chamada “Agenda Brasil”.

O governador Reinaldo Azambuja durante o encontro com os governadores (Foto: Divulgação)

“Temos pressa em ver o País crescer”, afirmou o sul-mato-grossense em entrevista coletiva à imprensa, realizada em São Paulo. O governador destacou que o manifesto não se trata de adesão ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, mas sim de apoio com pautas consideradas fundamentais para o crescimento da economia e geração de emprego e renda no Brasil.

No encontro, os governadores destacaram que, juntos, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul detêm 37% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional (R$ 2,4 trilhões) e 29% da população do País (59 milhões de pessoas).

“Queremos que o Brasil avance no desenvolvimento econômico. Tenho compromisso redobrado com meu Estado e não vamos abrir mão da Agenda Brasil”, afirmou o governador de MS.

Entre as prioridades citadas pelos gestores estão compromissos com a responsabilidade fiscal e desburocratização da máquina pública; pacto federativo; investimentos em logística; e reforma tributária. “Temos um pacto de atuação, solidariedade, gestão e motivação em torno do Brasil, de boas políticas públicas do novo governo”, resumiu João Dória.

As demandas serão tratadas entre Bolsonaro e os governadores eleitos na quarta-feira (14.11), em Brasília.

“Precisamos avançar nas políticas públicas fundamentais para o crescimento da economia e geração de emprego e renda. Assim vamos melhorar outros segmentos. Vamos ter que tomar atitudes fundamentais para o crescimento do Brasil”, falou Reinaldo Azambuja.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui