Reinaldo anuncia investimento de R$ 155 milhões na manutenção de rodovias

Após anunciar investimentos da ordem de R$ 155 milhões para a manutenção das rodovias estaduais pavimentadas e não pavimentadas, o governador Reinaldo Azambuja assinou na manhã de ontem (22), na Governadoria, os contratos com as empresas que venceram a licitação.

Governador Reinaldo Azambuja (Foto: )
Governador Reinaldo Azambuja (Foto: )

Além da assinatura o governador se reuniu com os diretores das 17 regionais da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para balizar a condução dos serviços de manutenção.

“Hoje assinamos todos os contratos de terceirização das rodovias estaduais, são novas empresas, é um novo modelo de gestão onde queremos ter um programa de manutenção mais eficiente”, disse.

As regionais da Agesul estão alocadas nos municípios de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Miranda, Ponta Porã, Paranaíba, Naviraí, Corumbá, Nova Andradina, Coxim, Amambaí, Jardim, Maracaju, Costa Rica, Camapuã e Rio Negro.

As empresas vencedoras das licitações foram: Usimix, que atenderá a região de Rio Negro; Construtora Vale Velho, região de Bela Vista; Sete Engenharia Eirelli, atenderá as rodovias da regional de Camapuã; Pactual Construção, Costa Rica; Gradual Engenharia e Consultoria, em Maracaju; C.G. 2000, região de Jardim; Juha Engenharia, em Amambaí; GMB Engenharia, em Coxim; Terrasat Engenharia e Agrimensua Eirelli, na região de Nova Andradina;R. R. Ceni, Corumbá; Campoterra Construtora, Naviraí e Miranda; Avance Construtora Eirelli, em Paranaíba; Galassi Engenharia, Ponta Porã; Engenharia e Comércio Bandeirantes, Três Lagoas; LD Construções, região B de Dourados; H.L. Construtora, Dourados A e Transenge Engenharia, em Campo Grande.

Governo parceiro

Outra ação já iniciada pelo Governo do Estado através da Agesul é a retomada dos equipamentos adquiridos na gestão passada, há 4 anos, e que foram terceirizados para a empresas que realizavam os serviços de manutenção e construção das rodovias naquele período.

Ao todo são 198 equipamentos entre motoniveladoras, pás-carregadeira, caminhões basculante, caminhões pipa, tratores de esteira, caminhões comboio e rolos compactadores.

Segundo Miglioli, a intenção com a retomada dos equipamentos, que por contrato deverão ser devolvidos para a Agesul em condições de uso, é montar patrulhas em cada regional. “E assim auxiliar os municípios no atendimento às estrada vicinais”, finalizou.

Comentários

comentários