Refis de dividas na Capital já é prorrogado até fevereiro

Os contribuintes de Campo Grande em atraso com impostos a prefeitura, já foram chamados para regularizar situação, desde o mês passado, pelo Refis (Refinanciamento Fiscal), onde muitos aproveitaram a situação. Mas, o resultado, que ainda ficou abaixo do esperado pela administração, que encerraria a ação no fim de janeiro, faz com que a prefeitura prorrogue o prazo para os contribuintes quitarem os débitos fiscais atrasados. Agora, quem estiver devendo o município, tem mais um tempo para procurar a negociação, que foi estendida até o dia 10 de fevereiro, para saldar as dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ISS (Imposto Sobre Serviço) ou multas (exceção para multa de trânsito) na Central do IPTU.

O secretário Pedro Pedrossian Neto explica que o Programa de Conciliação Fiscal (Refis) manterá as mesmas condições de outros anos, com desconto de 90% nos juros de mora e 75% nas multas no pagamento à vista. Para o pagamento parcelado (em até 5 vezes), haverá redução de 75% dos juros de mora e 50% das multas.

“É muito importante que a gente abra essa janela de oportunidade da extensão do (Refis) Programa de Conciliação Fiscal, para que os contribuintes possam gozar desse desconto”, afirma o secretário.

IPTU 2017

Quem pagar o IPTU até o dia 10 de fevereiro terá 10% de desconto. Já os que optarem pelo pagamento parcelado em 10 vezes terá 5% de desconto. A Prefeitura também oferece desconto para os contribuintes em dívida, que podem aderir ao Refis (Programa de Conciliação Fiscal).

O pagamento pode se efetuado nas agências bancárias credenciadas ou na Central, da Rua Arthur Jorge, 500, das 8 às 16 horas. O desconto é apenas para pagamento à vista e o contribuinte precisa estar regular com a prefeitura, sem débitos passados.

* Serviço: A Central do IPTU está localizada na Rua Arthur Jorge, 500, Centro (ao lado do Paço Municipal).

Comentários